} // mmLoadMenus() Notas do Velho Safado - By Hank - Quinta "Rodada"


Play the Game

Eu adoro esportes, o canal que mais assisto na TV é a ESPN Brasil, só não assisto golfe porquê é muito chato, fora isso eu encaro numa boa. Hoje começam os Jogos Olímpicos e vamos ter esporte o mês inteiro e quem não gostar é bom ir pro meio do mato que todos os canais só vão falar nisso o dia inteiro.

 

O problema é a cobertura da imprensa....como o Tostão salientou em sua última coluna, vai ser um saco ficar ouvindo aqueles bordões sobre “espírito olímpico”, “o importante é competir”, “garra”, “festa mundial do esporte” etc.....os incompetentes não conhecem os esportes nem os competidores então pra encher lingüiça colocam esses bordões como: “Zé das Couves, corredor dos 400 mts com barreira, promete muita garra e espírito olímpico para fazer um bom papel e fica feliz em estar só competindo na festa mundial do esporte!” Viu como é fácil falar bastante sem falar nada? Se preparem porquê é isso que vão ouvir por um mês, he,he,he.

 

Outro troço que me incomoda é esse troço que os caras estão lutando pela pátria. Pela pátria o cacete, a pátria nunca fez nada por eles. Só lembram dos atletas que estão lá, nessa época, se ganham uma medalha o presidente vai cumprimentá-los desfilam em carro de bombeiro e tudo, mas daqui a três meses estarão na merda de novo. Eles têm que fazer por eles mesmos. Tinham que ganhar a medalha e falar: “Essa medalha é minha, o governo nunca prestigiou o esporte amador, a imprensa só fala de mim agora,  cheguei com sacrifício meu, com meu suor, então ela é minha mesmo, foda-se o Lula”.

 

As confederações esportivas estão na mão de máfias. Tenho acompanhado escândalos nas federações de tênis de mesa, futebol, tênis, box, judô e devem ter outras com certeza. É o lance de desvio de verbas, privilegiarem atletas em detrimento técnico de outros, etc...o esquema é nojento. E se o cara ganha algo é porquê ele é um fora de série mesmo, aqui não temos estrutura pra ganhar nada. Eu não torço pro Brasil. Torço para os brasileiros que estão lá, se tiver um brasileiro disputando medalha em bolinha de gude tô torcendo, mas sem patriotada barata.

 

Cheers,

 

Hank

 


Som do dia: “Play the Game” do Queen.




- Postado por: Hank Chinaski às 09h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Shock the Monkey

Se tem um lugar que sou especialista em mico é em festa de firma. PQP essa idéia de misturar cerveja e trabalho não dá certo, exceto se você trabalhar num bar, claro he,he,he. Festas de final de ano normalmente são micos garantidos. E quanto maior é a empresa maior o mico he, he,he.

 

Eu trabalhei em uma empresa que eles alugavam um sítio no interior com todas as mordomias possíveis. Nessa firma também eu encontrei o maior número de bebuns com quem já trabalhei, tava em casa. Me recordo de ter ficado tirando um pelo da cara do presidente da empresa porquê o garçom não quis liberar uma saideira de chopp pra ele he,he,he. Na segunda feira o cara só olhava pra minha cara e falava: “Vocês são foda hein?” Isso sem contar uma colega que bêbada conseguiu me convencer a ir cantar com ela no karaokê (que é a coisa que mais abomino no mundo) ia eu, ela, e mais um mane, fomos cantar “Born to be Wild”, só que na hora os dois ficaram mudos e eu bêbado, só de bermuda, com todas minhas tatuagens a mostra (no serviço pouca gente sabia delas), me esgoelando “Borrrrrrn to be willllllllllddddddddd!!!!” . Que bosta!!!!

 

Teve outra numa outra firma que eu pegava uns copões de bebida e levava pra minha sala. Quando meu armário tava com uns 10 copos de cerveja e uns 5 de whisky aí eu comecei a detonar he,he,he. Quando vi apareceram um monte de gente pra falar de trabalho e eu bêbado como um gambá tentava enrolá-los e esconder minha bebida da vista deles, he,he,he.

 

Teve outra a muito tempo que quando vi tava “atracado” com uma garota que acho que não tinha falado umas 10 palavras em seis meses. Ainda bem que era a despedida do trampo e nunca mais vi a fulana, pois ela era chata pra cacete....The Demon Alchool Strikes Back!!!

 

Onde trabalho hoje tem uma churrasqueira e quase todo mês fazemos uma churrascada. Teve uma que choveu durante a tarde e o piso ficou um verdadeiro sabão, pra não cair você tinha que estar MUITO esperto. Eu estava espertaço, até o fim do churrasco, aí relaxei e de repente quando vi estava voando. Sabe aquele tombo que você sai com os dois pés do chão? Pois é... eu me esparramei no chão molhado, bem na frente dos maiores gozadores da empresa. Meu óculos saiu voando uns 5 metros e foi um custo achá-lo he,he,he. Só não foi pior porquê outro bebum caiu na geladeira de isopor e a destruiu espalhando gelo pra tudo quanto é lado enquanto ele ficava deitado com a bunda dos destroços gelados da caixa he,he,he.

 

O foda desses micos são os comentários depois....PQP!! Eu sou um cara que no trampo fico na minha, não dou muita confiança pra maioria das pessoas e os caras acham que tem o direito adquirido de me encher o saco só porquê ficaram tomando guaraná a festa inteira...argh!!! Os comentários dos bêbados eu não ligo, pois “every dog have his day” mas aturar alguma menina besta pagodeira falar: “Que vexame hein?” Me sobe o sangue....por isso que bebo he,he,he.

 

Falando em Grande Mico, um dia desses estava passando na TV “King Kong Contra  Godzila”. Quase tive um enfarte de tanto rir. Muito capenga há,há,há. O melhor é que não arrumaram negros pra serem os nativos da ilha do macacão, então eles passaram tinta em uns japoneses mesmo, eles ficaram mais aterrorizantes que os dois monstros!!! As cenas de luta então...que maravilha he,he,he. Recomendo a todos que estiverem querendo rir de verdade!


Som do dia: "Shock the Monkey" do Peter Gabriel.




- Postado por: Hank Chinaski às 07h23
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




O Exorcista

Depois de um tempo sem postar devido á problemas pessoais estou de volta. Meio a contragosto pra falar a verdade e um pouco sem pique, mas como diria o Greg Lake, “Cest La Vie”....Hoje já estou bem melhor e com o tempo as coisas voltam ao normal, assim espero, he,he,he.


 Eu estava lendo esses dias sobre rituais satânicos. É impressionante o número de doidos varridos que entram nessa galhofa. Até acho como motivo de curiosidade o tema interessante, mas como tem gente que ganha grana com esses troços. Livros e revistas tem de bolo abordando o assunto. Nas TV’s evangélicas dependendo da hora você pode ter sua dose de exorcismo diária, pela módica quantia de um pequeno dízimo no bolso do pastor.

 

Recentemente uns pastores da Igreja Universal quase mataram um epilético de porrada. O cara estava no culto, havia esquecido de tomar o remédio e entrou em crise. Os “enviados do senhor” acharam que o cara tava com o diabo no corpo e cobriram o cara de porrada. Até acho que o cara merecia uns tapas por se deixar engrupir por uns picaretas mas ir parar no hospital por causa dos ferimentos é foda. Agora está rolando um processo ms quanto querem apostar que vão absolver esses “coitadinhos” dos pastores?

 

A muitos anos atrás eu estava tocando com um amigo, o Nenê, e um colega veio correndo nos chamar. Ele disse que dois amigos nossos estavam fazendo um “ritual” numa casa vazia e tinham ficados “possuídos”, estavam estranhos, blá, blá, blá. Paramos de tocar e fomos lá na tal casa. Chegando lá vimos uns pentagramas no chão e uma garrafa de pinga vazia no chão, o Nenê percebeu e me chamou a atenção, só tinha um amigo nosso na casa, o Cléber. Ele estava grunhindo, sem falar coisa com coisa.

 

Fui no vizinho e peguei um balde d’agua. Demos um senhor banho no cara...mas ele só ficou mais bravo, queria ir pra rua...e não íamos deixar aquele bebum sair daquele jeito nem a pau. O Nenê o segurou no chão pelas costas e olhou pra mim...Entendi o recado: Dei um murro na cara do meu amigo. Não foi um tapinha não, foi uma porrada que ele caiu desmaiado na hora. Vinte minutos depois ele acordou, com a boca inchada, mas sãozinho e me perguntou:

 

-         O que aconteceu?

-         Tirei o demônio na base da porrada!

 

Ainda bem que ele ficou mansinho, ele lutava Box e numa briga séria com certeza levaria a pior, he,he,he.

 

Cheers,

 

Hank

 


Som do dia: “Theme from the Exorcist” do Tubular Bells. Adoro o filme, principalmente a nova “versão do diretor” com várias cenas cortadas. Um clássico.




- Postado por: Hank Chinaski às 13h09
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




See You Later

Eu não ando legal, então resolvi poupá-los da minha chatice nessa hora. Minha cabeça não está boa o suficiente para falar algo proveitoso ou divertido então é melhor ficar calado.

 

Gostaria de agradecer o apoio e carinho das seguintes pessoas, que me deram apoio nessa hora péssima, um dia espero retribuir a altura:

 

Carlão (Big Friend, I’ m sad about our fuckin’ bloody team), Marinéa (preciso dessa cerveja mesmo!), Deb, Taradinha, Capetinha, Soninha, Clau (Recebi seu e-mail, uma hora a gente bate um papo), Trash (Hey Dude, I want to show you some great prog bands), Cris (Pena que você não sabe usar o MSN, mas recebi seus e-mails), Kyra (Valeu pelo carinho sempre presente, desde o começo) e principalmente a Nanda (valeu por ter agüentado a barra na pior hora...você foi demais!). Além destes Dani, Mari e Maca (vocês são meus irmãos).

 

Eu voltarei...não sei se amanhã, na semana que vem ou no próximo ano.

 

Até mais povo, see you soon!

 

Cheers,

 

Hank




- Postado por: Hank Chinaski às 10h23
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Goodbye to Romance

 

ADEUS



- Postado por: Hank Chinaski às 08h21
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




The Long and Dusting Road

Fui várias vezes para Monte Verde, é um lugar fantástico, muito agradável, quando fui da primeira vez era bastante desconhecido e ficávamos acampados na mata, era muito legal, apesar do frio desgraçado na noite. A primeira vez a gente conheceu o Bar do Seixas, que ainda vai ser tema de um post como senão o melhor bar que já freqüentei, pelo menos como o dono mais engraçado, he,he,he.

 

Tenho diversos casos de lá, sobre o Seixas, os acampamentos, o Thaynha rastejando bêbado pedindo pra eu ajudá-lo a entrar na barraca, as “maratonas etílicas” com o Márcio, Cação e Alê, o chalé da Fefa, etc... O que me lembro sempre foi divertido....apesar de que eu devo lembrar uns 10%, pois eu andava sempre bêbado. Uma história eu me lembro bem da primeira vez que fomos para lá.

 

Era um feriado pós Páscoa, se não me engano e acordamos umas 7 da manhã num puta frio, pra desarmar o acampamento para voltar pra São Paulo. O ônibus sairia por volta da 8 da manhã. Guardamos tudo correndo e partirmos para onde o ônibus deveria sair e.....nada! Cadê a porra do ônibus? Estávamos em nove pessoas, morrendo de frio, cheio de mochilas e nada...Uma hora depois chegaram pra gente e falaram que como era feriado o ônibus pra Camanducaia (de onde deveríamos pegar outro pra SP) sairia só as 15:00 Hs!!!!! PQP!!!

 

Eu odeio esperar, principalmente pra ir embora de algum lugar e você já desmontou tudo e ta de saco na lua pensando em voltar pra casa. Fomos para o Seixas e ficamos aguardando, só que encheu o saco e aí eu e o Marcio tivemos uma “brilhante” idéia!!! Iríamos ir andando pela estrada e pegaríamos uma carona até Camanducaia!!!! Quanta inteligência, quanta visão!!!!! O resto do povo achou que a gente tinha bebido demais e mandaram a gente se foder então lá fomos nós encarar os 30 Kms de estrada de terra.

 

No começo tava até tranqüilo, só decida e fora um cachorro que cismava de nos acompanhar desde o portal da cidade e notarmos que carro nenhum parava pra dois mochileiros empoeirados a gente se virava bem. Aí chegamos em uma bifurcação e pintou a dúvida: “Pra qual lado?” Não sei de onde tirei essa pérola de raciocínio: “Uma estrada tem postes de iluminação e a outra não. Eles não iriam gastar mais postes e cabos na estrada mais longa, então vamos seguir os postes” Certo né? ERRADO, tinha poste porquê era a estrada velha com 10 Kms a mais!!!!!

 

Aí começou a fome começou a apertar, nosso único alimento era meio ovo de páscoa que tinha sobrado na mochila do Márcio. Aí apareceu um caminhão! Beleza, estávamos salvos, pulamos na caçamba super contentes. Só que a porra do caminhão andou só uns 3 Km e deixou a gente numa pirambeira desgraçada! Uma subida monstro, estava um sol de rachar, e quando a gente chegava no fim da subida, virava a curva e tinha outra.....Isso aconteceu umas cinco vezes. Aí eu disse: “Cara, não agüento mais...o primeiro carro que aparecer pula na frente, não podemos sair daqui á pé nem fodendo!”. E não deu outra, uns 20 minutos depois apareceu uma Kombi, nos jogamos na frente e imploramos carona, o cara resmungou mas topou. No carro tinha uma garota que havia caído do cavalo e estava sendo levada para o hospital. Nunca fiquei tão feliz de ver alguém se estrumbicar he,he,he. Chegamos em Camanducaia, pegamos o ônibus e no fim da tarde chegamos em SP, ainda com pique para ir ao Teatro Mambembe assistir ao show de uns amigos nossos....Que pique eu tinha!!!!

 

Não foi a última vez que fiquei com uma mochila nas costas numa estrada empoeirada, isso tornou a se repetir, mas uma coisa nunca mais fiz: Acreditar em poste de iluminação! He,he,he,


Som do dia: “The Long and Winding Road” dos Beatles. Na verdade a Estrada tava mais pra “Dusting” do que pra “Winding” mas como estou numa “fase Beatles” vai assim mesmo.




- Postado por: Hank Chinaski às 07h08
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Elected

Um conhecido candidato a vereador aqui de SP resolveu protestar contra a imprensa e os eleitores que acusam os políticos de emporcalharem a cidade nas épocas das eleições com suas faixas e cartazes: Colocou suas singelas faixas de mais de 70 metros de cabeça para baixo em uma conhecida avenida. Ele diz que é um absurdo limitar as faixas e cartazes dos candidatos e que insto é anti-democrático.

 

Pessoalmente eu acho que esse candidato já nunca mereceria meu voto, pois a atuação dele sempre foi muito abaixo do medíocre e só usou até hoje seu cargo para privilegiar igrejas evangélicas, como por exemplo uma absurda lei que liberava essas igrejas de multa por causa de barulho, como se barulho de uma igreja incomodasse menos do que de um bar, patético. Segundo que sou totalmente contra essas pichações nos muros da cidade.

 

São Paulo já é uma cidade muito feia, em época de eleição além de feia fica imunda, uma poluição visual nojenta. Como votar numa pessoa que fala que vai cuidar da cidade se ela coloca seu nome em um vermelho berrante em toda a extensão do muro da frente da sua casa. E esse nome vai ficar lá por uns 3 anos, até alguém pintá-lo com um novo nome de candidato.

 

Aqui em S.P. tem uma associação de moradores no Cambucí, que instituiu á anos o “Troféu Porcolino”, que é entregue ao político que mais sujou o bairro durante as eleições. Isso é lindo, os caras normalmente fingem que vão fazer uma “homenagem” para o picareta e quando ele percebe recebe o troféu para seu descontentamento. Isso deveria ser transmitido no horário nobre pra dar um exemplo.

 

Eu sinto asco por andar na rua e ver os postes cheios de papel, sinto nojo por ver aqueles rostos sorridentes prometendo “Saúde e Emprego pra todos” e coisas do gênero. Tem um candidato do PT que eu por acaso até o conheço pessoalmente, que quando o PT estava por baixo não tinha grana pra quase nenhuma propaganda, sua campanha era mais boca a boca mesmo. Agora eu não posso andar no meu bairro sem que esteja tudo pichado com o nome do fulano em letras garrafais, fora faixas e cartazes em centenas de postes... Nele eu não voto mais.

 

Aliás eu ajo de uma forma em eleições:

1º) Não voto em quem mete a mão no meu bolso. Quem acha que a solução para os problemas está em criar imposto novo ou aumentar algum imposto existente, mostra-se um administrador deveras incompetente e despreparado para merecer meu voto.

 

2º) Não voto em quem degradou a cidade. Se o cara pichou, esculhambou a cidade por 90 dias para se auto promover, mostra um desrespeito aos eleitores.

 

3º) Espero a última semana para as eleições. Aqui em SP a Folha normalmente publica um caderninho maravilhoso, onde mostras as estatísticas dos candidatos á reeleição, onde aparecem quantas faltas eles tiveram, quais os projetos apresentados, quais os projetos polêmicos e como foi o voto em questões importantes. Com esse caderno a gente pode descobrir que aquele candidato que se colocava tanta fé faltou 40% das seções e que seu maio projeto foi mudar o nome de 15 ruas.

 

4º) Não voto em candidato que coloca “Deus” no discurso. Se for pra jogar pro “Cara” lá de cima resolver os problemas tamos fodidos. Quero alguém com pé na terra, que queira trabalhar e não que na primeira dificuldade comece a rezar esperando milagre.

 

Cheers,

 

Hank


Som do dia: "Elected" do Alice Cooper. Prefiro votar no velho Alice Cooper....e na cobra de vice!


 



- Postado por: Hank Chinaski às 09h05
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Alive

Eu li numa matéria de hoje que a Universal Music vai ter que devolver os direitos da obra de Johnny Hallyday, o “Raul Seixas”  francês, ao músico, uma parceria que durou muitos anos e rendeu muito dinheiro a ambos. Adoro ver essas gravadoras se ferrarem, cada vez mais esses incompetentes das majors se enterram cada vez mais no poço de mediocridade que criaram.

 

Eu não fico com dó deles não, com aquela choradeira contra a pirataria de cd. Um cd sai da fábrica custando no máximo R$ 5,00 (chutando alto) e eles nos empurram por no mínimo R$ 35,00. A parte que cabe aos músicos é ínfima, quem sai com a bolada são esses caras que nunca compuseram nada e ficam com a parte do leão. Eles se dizem que investem no artista...vocês sabem quantos artistas a poderosa Warner Music investe no Brasil? Apenas 15! Isso sem mencionar a qualidade discutível desses artistas....você acha que vou chorar por causa de uns caras que vendem o cd caro pra investir na Kelly Key?

 

No mundo inteiro eles estão se ferrando, colocam a culpa nos MP3 normalmente, mas na verdade os grandes artistas estão se tocando que ser independente é um ótimo negócio. Peter Gabriel e David Bowie por exemplo, só usam as gravadoras para distribuição, não tem mais vínculos com as majors. Bowie reclamava que às vezes fazia um disco e a gravadora resolvia lançá-lo só um ano depois porquê não queria atrapalhar outros lançamentos, então ele ficava de braços cruzados esperando a boa vontade deles. Hoje ele chega com o CD e fala; “lança aí!” e o disco já vai pras lojas, com isso ele tem lançado cd’s quase todo ano....

 

Eu tenho contatos com uma banda americana de progressivo, o Echolyn. Eles no começo dos anos 90 lançaram dois cd’s independentes que causaram furor no meio progressivo. A Sony Music contratou-os para ser “O novo Pink Floyd” ou algo parecido. Lançaram um ótimo álbum, o “As The World”, só que as vendas de um álbum de progressivo nunca vai se comparar com a Britney Spears ou algo parecido. Conclusão: colocaram a banda na geladeira, não podiam lançar novos cd’s nem relançar os antigos álbuns. Eles acabaram a banda por oito anos, e só voltaram a se reunir no fim do contrato no ano 2000, aí sim voltaram a gravar de forma independente, e nem querem ouvir falar de gravadoras.

 

O Marillion é outro que se vira muito bem com as vendas pela internet, através de vendas antecipadas, promoções, etc. Selos pequenos que dão melhores condições estão crescendo e cada vez ficam mais fortes, aqui no Brasil por exemplo, a Hellion Records, selo de uma loja na Galeria do Rock, lança mais cd’s de bandas novas, que a Sony e a Warner juntas. Investem também muito mais na parte musical da coisa., não se interessam de saber se a bunda da vocalista é gostosa ou se o guitarrista tem sex apeal com a mulherada.

 

O MP3 chegou pra ficar, não dá pra fechar os olhos para isso. A pirataria taí e não vai mudar também, mas é impressionante como esses dinossauros que não mexeram uma palha durante anos, agora ficam desesperados...que dó....Por isso eu penso assim, se eu gosto de um artista eu compro o cd original, se estiver em um preço fora da realidade eu baixo pela internet até conseguir comprar o verdadeiro. Mas eu me recuso a parar mais de R$ 35,00 por um cd nacional, e se tiver que comprar pirata e ferrar as Warners, Sonys, Universais, da vida, paciência....

 

Cheers,

 

Hank

 


Som do dia: “Alive” do Pearl Jam. Eles são um “piece of resistence” contra as “majors”, e nem por isso estão morrendo de fome, tem um público fiel nos shows, liberam gravações e brigam constantemente por melhores preços de cd’s e de shows. Grandes caras.




- Postado por: Hank Chinaski às 10h06
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Cadeia do Riso

Um dia desse assistindo “Coupling” passou um episodio que tratava de um assunto que acontece direto comigo. Falava sobre a “cadeia do riso”, que segundo o personagem é aquela vontade de rir nos momentos mais inconvenientes possíveis, e quanto mais você segura parece que fica pior, você pensa casa vez mais no assunto até a hora que explode numa gargalhada fenomenal. Até ver esse programa eu achava que esse tipo de coisa só acontecia comigo!!!!

 

Eu tenho amigos que se recusam a  ficar do meu lado em igreja por exemplo.Eu fico falando uma pá de merda sempre e os caras não conseguem segurar e acaba pegando mal. Não é por mal, eu só reparo nos troços ridículos e as vezes comento em voz alta e aí o estrago ta feito. Essa é uma das razões que só entro em igreja em casamentos....não existe a menor possibilidade de me arrastarem para uma missa, batizado, sei lá...

 

Mas o lance de rir fora de hora, é foda...quando a situação ta preta eu fico reparando em outras coisas, e as vezes acabo vendo ou lembrando de algo engraçado, e só o fato de que você não pode rir já é um troço engraçado. Teve uma vez que foi um troço totalmente ridículo:

 

Toda sexta-feira nos encontrávamos em um boteco tradicional na Maria Antônia, o famoso “Bar do Zé”. Quando chegamos lá, por volta das 21:00 hs, o Cachorrão já estava nos esperando:

 

-         Vocês foram doar sangue pro pai da amiga de vocês? Não? Então não vai mais precisar......

 

Isso foi o jeito que ele comunicou que o pai de uma grande amiga nossa, havia falecido aquela tarde e teríamos que ir ao velório. O velho sempre foi um cara legal e começamos a beber várias, em homenagem a ele. Ficamos lá até por volta da 1:00 H, quando notamos que nossos pés já estavam cheios de água com sabão e as portas do bar estavam fechadas e só nós cinco estávamos bebendo ainda. Isso nos fez deduzir, apesar do avançado estado etílico que o “Seu Zé” queria fechar o bar. Sendo assim fomos direto para o velório.

 

Nós estávamos TOTALMENTE chapados, fomos falando merda até a porta da entrada do velório. Chegamos lá na porta e falamos: “Vamos nos concentrar, não vamos dar risada lá dentro senão é foda.” Aí gargalhamos como loucos! Paramos e entramos bem devagar...O clima era aquela bosta de sempre, horrível pesado, muito triste como sempre é nesses casos. Demos os pêsames para a família e ficamos em um cantinho isolado.

 

O problema é que olhávamos um pra cara do outro e ninguém conseguia ficar em pé sem “balançar” essa visão a gente olhava um pro outro e ficávamos com vontade de rir....eu segurava, mordia a língua, me beliscava, tentava me concentrar e o negócio só piorava....nós nem nos falávamos pra evitar abrir a boca....tava ficando insuportável. Até a hora que um dos cretinos falou alguma abobrinha. Aí fodeu!!!! Coloquei a mão na boba literalmente, me encaminhei pra escada de saída rapidamente, na hora que saí do campo de visão, corri como um louco para a rua, me joguei no chão e ri! Ri pra caralho até sair lágrimas...mais ainda porquê eu vi que atrás de mim tinha mais quatro caras na mesma situação que eu. Ainda bem que estava escuro e a gente ficou atrás de uns carros e ninguém deve ter percebido. Puta micão, mas pelo menos depois conseguimos voltar ao velório e ficar mais uns minutinhos sem que tivéssemos mais nenhuma crise histérica...

 

Fatos como esse são corriqueiros comigo. Se existe uma possibilidade de se fazer papelão, estou presente. Por isso pense muito bem antes de me convidar para festinhas , he,he,he.

 

Cheers,

 

Hank


Estou revoltado por estar com problemas na linha telefônica de casa, o que me impossibilita de conectar na net e até mesmo falar direito no telefone, pois parece que tem um ovo fritando na linha .


 



- Postado por: Hank Chinaski às 08h28
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________






Meu perfil:

Sou Paulista, Paulistano e torço para o São Paulo F.C. Sou desbocado e politicamente incorreto e discuto e não respeito política, religião e futebol sem o menor pudor.

Cerveja e pizza é a base da minha existência.

Ouço basicamente Rock em vários estilos, mas curto um pouco de outros estilos musicais.

 

 

 

The Hank Files:

01/05/2010 a 15/05/2010
16/04/2010 a 30/04/2010
01/04/2010 a 15/04/2010
16/03/2010 a 31/03/2010
01/03/2010 a 15/03/2010
16/02/2010 a 28/02/2010
01/02/2010 a 15/02/2010
01/09/2009 a 15/09/2009
16/08/2008 a 31/08/2008
01/08/2008 a 15/08/2008
16/07/2008 a 31/07/2008
01/07/2008 a 15/07/2008
16/06/2008 a 30/06/2008
01/06/2008 a 15/06/2008
16/05/2008 a 31/05/2008
01/05/2008 a 15/05/2008
01/01/2008 a 15/01/2008
16/12/2007 a 31/12/2007
01/12/2007 a 15/12/2007
16/11/2007 a 30/11/2007
01/11/2007 a 15/11/2007
16/08/2007 a 31/08/2007
01/08/2007 a 15/08/2007
16/07/2007 a 31/07/2007
16/06/2007 a 30/06/2007
01/06/2007 a 15/06/2007
16/05/2007 a 31/05/2007
01/05/2007 a 15/05/2007
16/04/2007 a 30/04/2007
01/04/2007 a 15/04/2007
16/03/2007 a 31/03/2007
01/03/2007 a 15/03/2007
16/02/2007 a 28/02/2007
01/02/2007 a 15/02/2007
16/01/2007 a 31/01/2007
01/01/2007 a 15/01/2007
16/12/2006 a 31/12/2006
01/12/2006 a 15/12/2006
16/11/2006 a 30/11/2006
01/11/2006 a 15/11/2006
16/10/2006 a 31/10/2006
01/10/2006 a 15/10/2006
16/09/2006 a 30/09/2006
01/09/2006 a 15/09/2006
16/08/2006 a 31/08/2006
01/08/2006 a 15/08/2006
16/07/2006 a 31/07/2006
01/07/2006 a 15/07/2006
16/06/2006 a 30/06/2006
01/06/2006 a 15/06/2006
16/05/2006 a 31/05/2006
01/05/2006 a 15/05/2006
16/04/2006 a 30/04/2006
01/04/2006 a 15/04/2006
16/03/2006 a 31/03/2006
01/03/2006 a 15/03/2006
16/02/2006 a 28/02/2006
01/02/2006 a 15/02/2006
16/01/2006 a 31/01/2006
01/01/2006 a 15/01/2006
16/12/2005 a 31/12/2005
01/12/2005 a 15/12/2005
16/11/2005 a 30/11/2005
01/11/2005 a 15/11/2005
16/10/2005 a 31/10/2005
01/10/2005 a 15/10/2005
16/09/2005 a 30/09/2005
01/09/2005 a 15/09/2005
16/08/2005 a 31/08/2005
01/08/2005 a 15/08/2005
16/07/2005 a 31/07/2005
01/07/2005 a 15/07/2005
16/06/2005 a 30/06/2005
01/06/2005 a 15/06/2005
16/05/2005 a 31/05/2005
01/05/2005 a 15/05/2005
16/04/2005 a 30/04/2005
01/04/2005 a 15/04/2005
16/03/2005 a 31/03/2005
01/03/2005 a 15/03/2005
16/02/2005 a 28/02/2005
01/02/2005 a 15/02/2005
16/01/2005 a 31/01/2005
01/01/2005 a 15/01/2005
16/12/2004 a 31/12/2004
01/12/2004 a 15/12/2004
16/11/2004 a 30/11/2004
01/11/2004 a 15/11/2004
16/10/2004 a 31/10/2004
01/10/2004 a 15/10/2004
16/09/2004 a 30/09/2004
01/09/2004 a 15/09/2004
16/08/2004 a 31/08/2004
01/08/2004 a 15/08/2004
16/07/2004 a 31/07/2004
01/07/2004 a 15/07/2004
16/06/2004 a 30/06/2004
01/06/2004 a 15/06/2004
16/05/2004 a 31/05/2004


 

Blogs que visito:

   Follow You, Follow Me
   Allan Sieber
   A Boa Esposa Pensando Naquilo
   Blônicas
   Celtic Skull Products
   Guto Leite
   Lu Cordeiro
   MATUTO MODERNO
   Menina Apimentada
   Na Palma da Minha Mão
   Olívia
   Paulo Freire
   Poeira Zine
   Popload
   Ricardo Rayol
   Ricardo Vignini
   Sakana
   Sexo, Poesia e Bossas
   Sobre Todas as Coisas
   Tânia
   A Matéria do Sonho
   Sem Meias Palavras
   Lixão de Textos
   Tia Augusta
   Killing Travis
   Xico Sá
   Coisas e Coisas
   Mini Contos Perversos


Contador:

 

 

DIVULGUE

 

 

CONTATO

 

 

XML/RSS Feed
O que é isto?

Template by Hank