} // mmLoadMenus() Notas do Velho Safado - By Hank - Quinta "Rodada"


I Don’t Wanna Grow Up

Um dia desse eu estava assistindo a um programa de TV onde se falava que iram fazer um estudo para se descobrir o “padrão nacional” no que se refere a tamanhos e preferências brasileiras. Por incrível que pareça isso nunca foi feito e é por isso que você compra duas calças de mesmo número, mas com tamanhos diferentes, ou senão ao sentar-se numa mesa ou você parece que tem 8 anos de idade, com a tampa na altura do peito ou senão com o joelho espremido como se você fosse um gigante saído de uma viagem de Gulliver.

 

Aqui no Brasil de você é homem e calça mais que 41 é um saco comprar sapato. Dificilmente você entra na loja e tem todos os modelos que você quer. Eu calço 43 e é um desafio a paciência. Na semana passada fui comprar uma “bota de caminhada” e saí frustrado. A única coisa parecida que tinha no meu número era uma bota de couro preta que parecia saída de uma fantasia de sadomasoquismo. E o vendedor chega e pergunta: “Não serve 41?” Fiquei com vontade de responder, “Serve sim, deixa eu amputar meus dedos que vai servir perfeitamente!” Pergunta mais estúpida.

 

Um amigo que voltou de férias essa semana chegou falando: “Nunca mais pego avião da BRA, as cadeiras são feitas pra menores de 1.60m. Voei do Ceará até aqui de pé porque não cabia na poltrona.” Ele tem por volta de 1.85 e se ferrou. Aqui você não pode ser alto, gordo, baixo, ter pé grande nem nada. Tudo é feito pra gente de 1.70. 65 kg, calçado 39 e pronto. Não sei quem foi o cretino que criou esse padrão, mas é o considerado normal.

 

Com mulheres então essas diferenças de tamanho devem ser piores ainda. Homens são normalmente bem menos exigentes com roupas, já mulheres não. Deve ser um saco esse lance de cada marca ter uma medida. E é lógico que cada vendedor acha que a medida de sua marca que é a certa. E aposto que muita mulher já levou roupa apertada com o tamanho errado só pra não dar o braço a torcer pra vendedora (normalmente uma lombriga esquálida com cara de cínica) um número maior.

 

Uma vez eu vi a entrevista de um administrador de estádio de futebol, que com a obrigatoriedade do estatuto do torcedor em demarcar os lugares, estavam separando o tamanho de 25 cm para cada torcedor sentar. A não ser que o torcedor tenha “meia-bunda”, seja torcedor do time da Etiópia ou anão, seria impossível. Os torcedores do Brasil de Pelotas e do Guarani de Campinas com certeza optariam por sentar um no colo do outro, mas no resto do país.....

 

Eu chego à conclusão que quem faz essas “formas” de roupas e sapatos devem estar pensando nas senhoras-de-vida-fácil que por obra do destino eles a chamam de “mãe”. Queria ver esses caras no assento de um ônibus, de um avião, na poltrona de cinema ou teatro. Teve uma vez que fui ao Teatro Municipal de São Paulo assistir uma adaptação tenebrosa de “Othelo”. O teatro é maravilhoso arquitetonicamente falando, mas em matéria de conforto é nota zero. Eu super espremido, a cadeira que chiava cada vez que me ajeitava, a perna doendo e dando câimbras  e a peça ainda por cima era uma bosta.  Pela primeira vez na minha vida fui embora na metade de um espetáculo. Era puro masoquismo ficar lá. Ou essa prática de “diminuir” nosso tamanho já era prática em 1911, quando foi inaugurado o teatro, ou senão a poluição da metrópole alterou geneticamente os paulistanos e nos fez crescer acima dos 1.55 m para quem o teatro foi projetado.

 

Cheers

 

Hank

 


Som do dia: “I Don’t Want to Grow Up” do genial Tom Waits. O Ramones também fez uma versão muito legal dessa música.




- Postado por: Hank às 11h37
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Let it Be Naked

Li uma matéria onde a direção da Playboy nega qualquer proposta para a secretária do Marcos “Lex Luthor” Valério, Fernanda Karina, para que esta posasse para um ensaio sensual para a revista. A pessoa mais aliviada com isso deve ser o cara que opera o Photoshop na revista, afinal ela realmente não é lá essas coisas para tanto alvoroço, apesar de que a mesma revista já fez ensaios com a Hortência, então.... A Playboy fez mais para divulgar o produto da Adobe que qualquer peça publicitária já feita.

 

Eu acho engraçado é que todas que posam para esse tipo de revistas falam que vão fazer “nu artístico”. O cacete! Querem enganar quem? Vão é posar peladas, da mesma forma que as garotas de calendários de borracharias. É a real. Quem é o fotógrafo? O Sebastião Salgado? Não é? As fotos vão ser expostas no MASP? Vão sair em um livro de arte ou ser vendido em embalagem lacrada no fundo de uma banca de jornal? A realidade é que muito moleque de 16 anos vai ficar com a “mão cabeluda” homenageando a “artista”.

 

As revistas masculinas estão numa crise brava. Ninguém agüenta mais as mesmas peladas. Quem vai comprar um novo ensaio das mesmas vagabas que já posaram umas cinco vezes para essas revistas? Então eles apelam para atrizes e alguma celebridade instantânea do momento. Foda-se se a garota nem é bonita. O Photoshop taí pra isso mesmo. E os leitores sacam. Se você só tem curiosidade vai acabar recebendo essas fotos por e-mail mesmo, então nem desembolsa a grana da revista.

 

Outra coisa engraçada é que todas falam em cifras de milhões de reais, quando na verdade os valores, mesmo para as tops são MUITO abaixo disso. É uma forma delas valorizarem a “periquita” He, he, he. E poucas dizem que estão lá pra ganhar dinheiro mesmo, uma ou outra fala que fez para financiar uma peça ou comprar um imóvel. Normalmente elas falam que “o dinheiro é o menos importante” e que o “trabalho artístico” vai se usado pra “alavancar a carreira”. A menos que essa carreira seja de stripper acho que isso não influencia em porra alguma.

 

Se o negócio já é uma piada com as mulheres, então o que será com os caras que posam para a “G”? Mulheres ainda conseguem disfarçar, fazer caras e bocas e fingir que estão excitadas. Com homens já é bem mais complicado. Como será que os caras fazem para ficar com o pau duro por horas nos lugares mais idiotas do mundo, como por exemplo o Vampeta que fez o ensaio em um campo de futebol? Só tomando Viagra e olhe lá.

 

Uma vez eu trabalhava em uma emissora de TV e uma pessoa foi capa da Playboy. Cômico foram os Office-boys andando com a revista debaixo do braço e pedindo pra mulher dar autógrafos em uma foto em que ela estava de quatro há, há, há. Conheço um caso que um cara posou para a “G”, só que o ele era síndico do prédio. Um dia uns gaiatos espalharam fotos dele em vários andares. Imagina você indo pegar o elevador numa segunda de manhã e dá de cara com uma foto do síndico de pau duro? É muito pra (s) cabeça (s).

 

Cheers

 

Hank

 


Som do dia: “Lei it Be Naked” é a nova versão do famoso álbum dos Beatles, sem as frescuras que o produtor Phill Spector colocou no álbum e que os músicos detestaram. O CD é ótimo.




- Postado por: Hank às 11h37
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Shot in the Dark

O Brasil inteiro vai ter o grande privilégio de votar sobre o que acha da proibição de venda de armas. Se você acha legal esse plebiscito pode parar de ler esse post por aqui e ir visitar algum outro blog mais interessante. Eu acho isso um absurdo sem fim. Não estamos numa democracia porra nenhuma. Eu não quero opinar e sou obrigado a perder um dia para fazer o serviço que aquela corja que foram eleitos deputados NÃO QUEREM FAZER.

 

Porquê vocês acham que passaram essa bola pra gente? A maioria da população não usa armas e com certeza irão se sentir mais seguros se a venda for proibida. Os políticos sabem que a população quer a proibição, mas porquê eles não vão lá e simplesmente fazem um projeto e proíbem? Porque esse pessoal recebe generosas contribuições da indústria armamentista na época das campanhas políticas. Então para eles não serem obrigados a foder os patrocinadores, passam a bola pra mim e pra você.

 

Porquê eles não fazem outros plebiscitos também como:

-         Pena de morte para políticos corruptos.

-         Obrigação que os deputados trabalhem 5 dias por semana das 8 as 5, sob o risco de perderem os mandatos.

-         Financiamentos de campanha comprovadamente ilícitos punidos com perda de mandato e banimento de todos os envolvidos do cenário político.

-         Obrigação de um político permanecer filiado em um mesmo partido por no mínimo 8 anos, não deixando que os ratos oportunistas abandonem o barco, quando este começa a fazer água.

-         Redução do salário dos parlamentares.

-         Fim do neopotismo no serviço público.

 

E por aí vai. Acho ridículo o que vai ser gasto nesse plebiscito para simplesmente ser resolvida uma coisa que é de praxe. Se os deputados e senadores são escolhidos como “representantes do povo”, já estão com uma “procuração” nossa para decidir sobre qualquer lei. Como eles são totalmente estúpidos somos obrigados a assistir propagandas de como é legal ter uma arma e ouvir histórias de gente que morreu assassinada por meses. E quem paga a conta das propagandas, a logística, funcionários, etc? Se isso saísse do salários desses preguiçosos inúteis até que seria legal, mas não é.

 

Já sou contra o voto obrigatório. Sinto me agredido em ter que perder um dia da minha vida para simular que estou votando em alguém. Se isso fosse uma democracia de verdade só votaria quem quisesse. Acontece que se isso acontecesse eles perderiam os votos do pessoal desavisado que não está nem aí com a eleição e que quando jogam um “santinho” na mão, vão lá e votam no primeiro que aparece, ou no mais bizarro. Vocês acham que alguém sairia de casa pra votar no Enéas se o voto não fosse obrigatório? Nem a pau.

 

Cheers

 

Hank

 


Som do dia: “Shot in the Dark” do Dio




- Postado por: Hank às 17h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Party With The Animals

Um cidadão homossexual americano faleceu recentemente de uma maneira bizarra. Depois de sonhar por anos em encontrar um “garanhão” resolveu levar ao pé da letra. Foi em um puteiro especializado em animais (!!??) e depois de achar um cavalo “bem dotado”, jogar um charme para o eqüino, foi para uma “cavalgada”. Nem é preciso imaginar que o bicho arregaçou bem mais que o rabo da bicha, que no caso deveria é ter transado com um asno como ele.

 

Eu acho que a seleção natural faz isso mesmo, os seres mais fracos e idiotas têm a tendência de se auto-eliminarem, o que aconteceu no caso. O que me surpreendeu foi o catzo do puteiro. Pelo que li o cara podia escolher cavalos, cachorros, cabras, e outros bichos. Será que eles têm um book? Quando você entra no site de uma “casa de massagem” tem um monte de fotos de garotas insunuantemente sexys e com os bichos? Uma cabrita com cara de ninfomaníaca? Imagina se a moda pega? A Bruninha Surfistinha perderia seu reinado por uma vaca?

 

E as publicações? Poderiam fazer a “Playcow” com fotos chocantes da “bisteca” da vaca Mimosa. Ou o concurso do maior pinto de cavalo promovido de “C Magazine”. Nas revistas de fofoca: “Vera Fisher desmente romance com Baloubet du Rouet”, “Modelo afirma estar grávida do Macaco Tião”. Pelo menos ia ser uma variada nos temas dessas revistas, he, he, he.

 

Esse lance de transar com animais não é novo. Todo mundo já ouviu histórias sobre o pessoal da roça, que se iniciam sexualmente com animais da fazenda. Muita gente acha até normal. Mas até agora não vi nenhuma associação protetora dos animais de pronunciar. Afinal tenho certeza que o bicho não deve achar a maior maravilha do mundo também. Como será que os caras fazem pro bicho entrar no clima? Dão uma bebidinha, levam pra jantar, colocam uma música suave e assistem junto o “Globo Rural”?

 

E será que o cavalo usa camisinha? Imagina o cara entrando na farmácia e pedindo uma camisinha tamanho “pra cavalo”? A moça do caixa deve ter um troço. Ou senão o cara chega na farmácia e pergunta: “Você tem KY?”, “Tenho”, “Então vê um balde de 10 Kg”.

 

Por coisas como essas, pense duas vezes antes de chamar sua ex-namorada de vaca, ou falar que seu namorado é um cavalo. As pessoas podem dar uma interpretação diferente do que você esteja querendo dizer. É melhor uma namorada vaca que uma vaca namorada.

 

Um amigo meu, o Thaynha, tinha como sua ofensa preferida “Vai dar o cu pro toro”. É gordo, acho que você deveria saber das coisas, he, he, he.

 

Cheers

 


Som do dia: “Party With the Animals” do Ozzy Osbourne.




- Postado por: Hank às 11h26
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




I Like to Watch

Eu li um texto muito interessante no site do New York Times, onde uma mulher demitiu a babá que cuidava dos seus filhos por causa do blog que ela escrevia. Nesse blog a garota falava das bebedeiras e transas com os namorados entre outros assuntos mais corriqueiros, e depois de um tempo deu um “cartão vermelho” para a babá, alegando uma desculpa qualquer.

 

O interessante no texto é que a patroa demorou bastante para tomar essa iniciativa, na verdade ela ficou obcecada pelo blog. Ela se enxergava com 20 anos a menos, tendo a vida que ela teria se não tivesse casado, engravidado, etc. Chegou a ficar paranóica monitorando quando a babá postava, procurando indícios que pudessem falar dela. E a gota d’água foi quando a babá referiu-se ao serviço como “local de trabalho”, nada mais que isso. A mulher se sentiu “desprestigiada” e mandou a babá pra fila do seguro desemprego.

 

Na Itália então, um cara resolveu se matar e colocar toda a preparação no blog. Ele detalhava como seria (pulo de grande altura), data, trocava idéia com os visitantes para resolver alguns problemas na preparação. Aí um belo dia ele deixou um monte de mensagens para serem publicadas após a sua morte e cumpriu a promessa. Era um dos blogs mais populares da Itália.

 

Tem gente que fica obcecada com os blogs. Como a mulher do texto, ficam monitorando os comentários, os links, procurando um “esqueleto” entre cada vírgula. E em grande parte das vezes a pessoa que escreve esses textos não tem absolutamente nada a ver com o personagem que inventam. Existia um blog de uma lésbica ninfomaníaca onde ela contava aventuras incríveis, era super acessado, um dos blogs eróticos mais populares, até que um belo dia a garota disse que na verdade ela era um rapaz, estudante de computação e que era tudo invenção da cabeça dele e como ele não sabia mais  que escrever ele ia parar com o blog. Foi muito engraçado, pois “ela” recebia centenas de e-mails e pedidos para encontros e ambos os sexos.

 

Para preservar a vida pessoal a maioria das pessoas usa um nick qualquer. Eu mesmo uso um, mas não é secreto como a verdadeira identidade do Batman. Todo mundo que lê meu blog há algum tempo deve saber meu nome, já que algumas pessoas que lêem meu blog me conhecem a bastante tempo antes de sequer saber o que é internet. E como o que eu falo aqui, eu falo em qualquer bar, não vejo problema algum em associar meu nome com o blog. É até o contrário do Orkut onde me senti muito mais “invadido” na minha privacidade do que com o blog. Por isso apaguei meu perfil.

 

Os blogs tem uma grande utilidade. Nas tragédias como nas guerras, tsunami e atentados terroristas os blogs foram as melhores fontes de informação sobre o que estava acontecendo. Também permite que pessoas possam escrever contos, poesias, quadrinhos, qualquer coisa e colocá-la no ar sem precisar depender de editoras e esquemas de marketing. Óbvio que tem muita porcaria, mas em qualquer meio de comunicação a maioria é lixo, então não seria nos blogs que seria diferente. Eu acho esse nosso mundo virtual muito legal devido à possibilidade de ler coisas interessantes e ver alguns assuntos serem vistos sobre uma ótica diferente. Só que por mais legal que seja, é preciso saber que é só algo divertido, como andar de bicicleta ou ler um livro e a vida real é que realmente importa.

 

Cheers

 

Hank

 


Som do dia: “I Like to Watch” do Fish.




- Postado por: Hank às 11h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Harry Potter

Hoje está acontecendo uma verdadeira febre na Europa e EUA com o lançamento do novo livro da série “Harry Potter”. Um esquema de segurança violentíssimo para que ninguém venda nenhuma cópia antes da hora, contratos de sigilo com multas pesadíssimas, tudo para que ninguém saiba o destino do pequeno mágico antes da hora.

 

Pessoalmente eu acho a série interessante. Com certeza é uma das melhores séries infanto-juvenis já escritas. Não se devem julgar esses livros comparando-os com um Hemingway ou um Erico Veríssimo, como alguns CUltos cismam de fazer, mas sim com o que existe nesse nicho, que é bem pobre.

 

Escrever para crianças e adolescentes é muito difícil e um trabalho muito cuidadoso e importante. Nessa idade é uma fase que o caráter e os gostos pessoais vão se solidificando. Se você der para uma criança ler José de Alencar, eu tenho certeza ele vai pegar uma bronca que nunca mais vai ler qualquer livro.

 

O fato de terem mais de 10 milhões de crianças histéricas para ler um livro é uma coisa muito legal. Esses moleques poderiam estar grudados na frente de um videogame, ou vendo um programa idiota de TV, mas querem apenas ler uma boa história.

 

Outra coisa: O Papa acabou de meter a boca na série. Se um cara que é contra o Rock, camisinha, ordenação de mulheres, etc, fala que algo é ruim é por que deve ser bom. Aliás, alguém deveria explicar pra ele que o casamento homossexual é opcional e não obrigatório, he, he, he.

 

Eu acho que essas crianças que pegam o gosto pela leitura vão querer ler outras coisas quando a série acabar, conforme elas crescerem ficarão mais exigentes com essas leituras e com isso acho que provavelmente essa geração será um pouco menos estúpida, do que a nossa.

 

Eu peguei gosto pela leitura graças á uma série infanto-juvenil do escritor alemão Karl May e gibis da Mônica e do Homem-Aranha. Eu lembro de alguns livros bem legais que li na escola como “O Escaravelho do Diabo”, “As Aventuras de Xisto”, “Os Meninos da Eua Paulo”, “O Menino do Dedo Verde”. Então esse tipo de leitura infanto-juvenil é absolutamente fundamental. Um ministro inglês falou que J.K. Rowling fez mais pela alfabetização de crianças que qualquer pessoa no mundo todo. Não sou eu que vou desmentir.

 

Cheers

 

Hank

 


Indicação do dia: Qualquer livro (Menos os do Paulo Coelho, he, he, he.)




- Postado por: Hank às 07h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________






Meu perfil:

Sou Paulista, Paulistano e torço para o São Paulo F.C. Sou desbocado e politicamente incorreto e discuto e não respeito política, religião e futebol sem o menor pudor.

Cerveja e pizza é a base da minha existência.

Ouço basicamente Rock em vários estilos, mas curto um pouco de outros estilos musicais.

 

 

 

The Hank Files:

01/05/2010 a 15/05/2010
16/04/2010 a 30/04/2010
01/04/2010 a 15/04/2010
16/03/2010 a 31/03/2010
01/03/2010 a 15/03/2010
16/02/2010 a 28/02/2010
01/02/2010 a 15/02/2010
01/09/2009 a 15/09/2009
16/08/2008 a 31/08/2008
01/08/2008 a 15/08/2008
16/07/2008 a 31/07/2008
01/07/2008 a 15/07/2008
16/06/2008 a 30/06/2008
01/06/2008 a 15/06/2008
16/05/2008 a 31/05/2008
01/05/2008 a 15/05/2008
01/01/2008 a 15/01/2008
16/12/2007 a 31/12/2007
01/12/2007 a 15/12/2007
16/11/2007 a 30/11/2007
01/11/2007 a 15/11/2007
16/08/2007 a 31/08/2007
01/08/2007 a 15/08/2007
16/07/2007 a 31/07/2007
16/06/2007 a 30/06/2007
01/06/2007 a 15/06/2007
16/05/2007 a 31/05/2007
01/05/2007 a 15/05/2007
16/04/2007 a 30/04/2007
01/04/2007 a 15/04/2007
16/03/2007 a 31/03/2007
01/03/2007 a 15/03/2007
16/02/2007 a 28/02/2007
01/02/2007 a 15/02/2007
16/01/2007 a 31/01/2007
01/01/2007 a 15/01/2007
16/12/2006 a 31/12/2006
01/12/2006 a 15/12/2006
16/11/2006 a 30/11/2006
01/11/2006 a 15/11/2006
16/10/2006 a 31/10/2006
01/10/2006 a 15/10/2006
16/09/2006 a 30/09/2006
01/09/2006 a 15/09/2006
16/08/2006 a 31/08/2006
01/08/2006 a 15/08/2006
16/07/2006 a 31/07/2006
01/07/2006 a 15/07/2006
16/06/2006 a 30/06/2006
01/06/2006 a 15/06/2006
16/05/2006 a 31/05/2006
01/05/2006 a 15/05/2006
16/04/2006 a 30/04/2006
01/04/2006 a 15/04/2006
16/03/2006 a 31/03/2006
01/03/2006 a 15/03/2006
16/02/2006 a 28/02/2006
01/02/2006 a 15/02/2006
16/01/2006 a 31/01/2006
01/01/2006 a 15/01/2006
16/12/2005 a 31/12/2005
01/12/2005 a 15/12/2005
16/11/2005 a 30/11/2005
01/11/2005 a 15/11/2005
16/10/2005 a 31/10/2005
01/10/2005 a 15/10/2005
16/09/2005 a 30/09/2005
01/09/2005 a 15/09/2005
16/08/2005 a 31/08/2005
01/08/2005 a 15/08/2005
16/07/2005 a 31/07/2005
01/07/2005 a 15/07/2005
16/06/2005 a 30/06/2005
01/06/2005 a 15/06/2005
16/05/2005 a 31/05/2005
01/05/2005 a 15/05/2005
16/04/2005 a 30/04/2005
01/04/2005 a 15/04/2005
16/03/2005 a 31/03/2005
01/03/2005 a 15/03/2005
16/02/2005 a 28/02/2005
01/02/2005 a 15/02/2005
16/01/2005 a 31/01/2005
01/01/2005 a 15/01/2005
16/12/2004 a 31/12/2004
01/12/2004 a 15/12/2004
16/11/2004 a 30/11/2004
01/11/2004 a 15/11/2004
16/10/2004 a 31/10/2004
01/10/2004 a 15/10/2004
16/09/2004 a 30/09/2004
01/09/2004 a 15/09/2004
16/08/2004 a 31/08/2004
01/08/2004 a 15/08/2004
16/07/2004 a 31/07/2004
01/07/2004 a 15/07/2004
16/06/2004 a 30/06/2004
01/06/2004 a 15/06/2004
16/05/2004 a 31/05/2004


 

Blogs que visito:

   Follow You, Follow Me
   Allan Sieber
   A Boa Esposa Pensando Naquilo
   Blônicas
   Celtic Skull Products
   Guto Leite
   Lu Cordeiro
   MATUTO MODERNO
   Menina Apimentada
   Na Palma da Minha Mão
   Olívia
   Paulo Freire
   Poeira Zine
   Popload
   Ricardo Rayol
   Ricardo Vignini
   Sakana
   Sexo, Poesia e Bossas
   Sobre Todas as Coisas
   Tânia
   A Matéria do Sonho
   Sem Meias Palavras
   Lixão de Textos
   Tia Augusta
   Killing Travis
   Xico Sá
   Coisas e Coisas
   Mini Contos Perversos


Contador:

 

 

DIVULGUE

 

 

CONTATO

 

 

XML/RSS Feed
O que é isto?

Template by Hank