} // mmLoadMenus() Notas do Velho Safado - By Hank - Quinta "Rodada"


Trouble Every Day

Conforme falei em um post passado, eu estava numa briga boa com a Telefônica. Vou contar aqui como foram os rounds dessa luta:

 

 

Tá vendo gente, RECLAMAR ADIANTA SIM.

 


Som do dia: “Trouble Every Day” do Frank Zappa.




- Postado por: Hank às 18h28
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Hippies Hate Water

Eu andei lendo sobre um evento chamado “Burning Man” realizado anualmente no deserto de Nevada nos EUA. É um evento Hippie onde 40.000 mil pessoas pagaram US$ 250,00 para passar calor, acamparem, andarem pelados, fazerem o que quiser e depois queimar um homem de madeira de 12 metros. É a maior festa da contracultura do mundo.

 

Eu nunca gostei de hippies, não suporto música de hippie, achava e ainda acho o Raul Seixas um mala, e gosto de tomar banho diariamente, o que me desqualificaria para ser da tal “sociedade alternativa”. Quando eu tinha cabelo comprido a uns 20 anos atrás era foda, era chamado ou de bicha ou hippie. Até hoje não sei qual me ofendia mais.

 

Acho que esse movimento dos anos 60 foi mais uma modinha de época, onde apoiado por ideais como sexo, drogas e rock’n roll, serviram para enriquecer muita gente. Os maiores idealizadores do movimento trabalham hoje em grandes corporações, exatamente aquelas que eles mais combatiam, e hoje votam no George Bush apoiando a invasão do Iraque.

 

Aqui no Brasil é fácil ver alguns hippies perdidos por aí. Basta ir ao centro das grandes cidades que você vai achar um cara com a camisa do Raul ou do Bob Marley, bata de saco-de-farinha, calça jeans e chinelo de couro, vendendo pulserinhas.

 

O problema maior desse povo é a tremenda falta de higiene. São Tomé das Letras um dia deve ter sido bonita, mas hoje é um grande pinico. Os caras jogam papel, cagam em qualquer lugar. É pavoroso. Eles ainda são uns ratos que fazem de tudo para explorar os turistas. É uma pena.

 

Uma vez eu e um amigo fomos visitar umas amigas que estavam morando em São Tomé das Letras. Essa cidade é para os bicho-grilos o que é Meca para os muçulmanos.  Estávamos bebendo em um bar quando um cara sentou-se no meu lugar quando fui ao banheiro e foi se servindo do meu líquido bavário!

 

-         Cai fora! Disse meu amigo.

-         Só um copinho. Respondeu o hippie.

-         Nem fodendo.

-         To na minha cidade.

-         E isso não te dá direito de tomar minha cerveja.

 

Na hora que cheguei o piolhento estava saindo com o rabo entre as pernas.

 

 

Eu acho que a geração hippie responsável por músicas muito ruins. Bandas como Gratefull Dead, The Doors, Jefferson Airplane, Janis Joplin, etc. Literatura também nota zero. Para uma geração que veio do Hemingway, passou pelos “beats”  e não tem um escritor que preste representando esse movimento. Uma prova que era um movimento “sem cabeça”. Acho que a única coisa que prestam são os filmes da dupla “Cheech and Chong”, onde eles tiram muito sarro do Lifestyle desses criadores de piolhos.

 

Cheers,

 

Hank

 


Som do dia: “Hippies Hate Water” da banda americana Scatterbrain. A letra é impagável.




- Postado por: Hank às 16h05
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Smoke

Hoje é o dia de combate ao tabaco. Está havendo aquela paranóia contra o fumo e na minha opinião eu acho isso um porre. Eu não fumo e não estou nem aí. Eu fico puto quando vejo alguém querendo ensinar o outro a viver melhor na marra. E o caso do cigarro é uma coisa clássica.

 

A menos que o cidadão seja uma pessoa sem cultura nenhuma, que more numa roça e fume fumo-de-corda em uma palha, não acredito que ela não saiba que fumar faz mal. Se ele tem consciência disso então ele deve ter o livre arbítrio para saber a hora de parar ou não, sem ninguém ficar no pé. Pra mim a única exceção permitida é com relação às grávidas, e por causa da criança.

 

Hoje se você vai a um restaurante é vítima de um apartheid tabagista. Fumantes são discriminados e colocados em um lugar afastado. E em shoppings então? Fumar não pode, mas usar perfume vagabundo pode. Pra mim perfume tosco é pior que cheiro de cigarro.

 

Tem gente que fala que beijo com gosto de cigarro é ruim. Eu não vejo diferença alguma. Eu sempre namorei fumantes e isso nunca interferiu em absolutamente nada.

 

Uma das coisas patéticas são aquelas propagandas onde mostram pulmões, fetos, etc. Eu não consigo achar que alguma pessoa vai pegar um maço e só porque viu aquilo vai largar o hábito de fumar. Acho que a indústria da propaganda anti-fumo só dá mais ênfase a indústria  tabagista.

 

Eu conheço dois tipos de pessoas que pararam de fumar. Um tipo é aquele que acorda um belo dia, joga o maço de cigarro no lixo e nunca mais volta a fumar. Sem mais nem menos. E o outro tipo que o médico dá um ultimato tipo “Ou para ou morre”, aí o cara escolhe a primeira opção.

 

O fumante normalmente não é um retardado, parem de fazer campanhas como todo mundo que fumasse fosse idiota. Tem uma do governo onde só faltava aparecer os Telletubies. Para né?

 

Fico muito preocupado com essa história de uma pessoa achar que sabe o que é melhor pra outra. Sobre o que a outra pessoa deve beber, comer, fumar , vestir, acreditar, etc. Falam que a diferença de nós para os animais é o poder de raciocínio. Como acham que quem fuma não pensa, então os colocam no mesmo patamar dos bichos.

 

Deixem se ser chatos e pentelhos. Quem não fuma e enche o saco é tão inconveniente quanto quem fuma em um lugar fechado. A diferença que num lugar fechado se pode abrir a janela e uma vez chato, não tem mais jeito, você vai morrer um mala.

 

 

Cheers

 

Hank


 Som do dia: “Smoke” do Bem Folds Five.




- Postado por: Hank às 16h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Swingin' The Ax

Eu sempre fui um cara meio “marrento”, vira e mexe me meti em alguma briga. A primeira que me enfiei eu era bem pequeno. E quando eu falo que era pequeno, eu digo MUITO pequeno. Na verdade eu era apenas um espermatozóide e tive que enfiar o dedo no olho de um espermatozóide mais tapado que ia chegar à minha frente.

 

Quando eu era criança tive minha primeira briga de rua. Um vizinho mala começou a me xingar por eu ter deixado de fazer um ponto no jogo de Taco. Como eu não ia com a cara dele e estava com meu taco na mão ele levou a pior. Tá certo que depois eu ganhei umas chineladas da minha mãe, pois a mãe do cretino “me dedou”, mas pelo menos o mala nunca mais me torrou a paciência.

 

Depois eu me meti em várias brigas de rua. Tinha a turma da minha rua que tinha rixa com o pessoal da rua de baixo. E eu nunca apanhava. Tive a idéia luminosa então de aprender caratê para me defender. Logo no primeiro dia de aula levei uma surra. E foi assim por uns três meses, aí eu desisti, pois eu tava indo lá só pra apanhar, o que não acontecia fora da aula, então senti que algo estava errado, he, he, he.

 

Na adolescência já tinha a época das gangs. Eu andava com os “rockeiros” e com os “punks”. Só que nós tínhamos um problema grave com os caras que curtiam Funk (funk mesmo, não aquela diarréia carioca) e pior ainda, com os skinheads. Os skynheads estavam sempre armados, andavam em bandos e adoravam pegar um grupo menor e se bobeasse o cara não saia vivo. Escapei de várias geladas, mas tive alguns amigos que levaram a pior.

 

Na fase adulta eu tive mais confusões por causa da combinação mulher + bebida + cara folgado. Eu nunca dei bola pra uma cara olhar para uma namorada minha, mas se tocasse um dedinho já levava um murro na cara. Eu nunca tive esse lance de “fair play”, batia com o que estivesse a mão pra deixar o cara no chão logo na primeira porrada. E se ele caísse no chão aí ele tava mais fodido ainda. Não tenho muito orgulho disso.

 

Há muito tempo eu não me meto em brigas, nunca achei graça nisso de qualquer forma. Apesar de que tem pelo menos um canalha que se por acaso eu estiver à oportunidade de chegar perto ele vai ter que marcar uma consulta com um ortopedista para o mesmo dia. Eu mudei meu estilo, uso minha raiva para defender meus pontos de vista, com até alguma violência. Minha vítima da semana foi a Telefônica.

 

Os caras fizeram uma porrada de mudanças, para pior, no meu plano de Speedy. Quando liguei no suporte e me informaram que iam levar 24 horas para achar uma solução fiquei puto. Peguei o contrato que falava que iam ter que arrumar no prazo de quatro horas no máximo, mandei uma reclamação para a Anatel, para o Ombusdman e para as colunas de direito do consumidor dos maiores jornais de São Paulo. E não é que coincidentemente foi consertado o problema? Nessa hora eu senti um prazer maior do que na época que eu taquei o taco na cabeça do meu vizinho.

 

Cheers,

 

Hank

 


Som do dia: “Swingin' The Ax” do Echolyn. Minha banda predileta acabou de lançar o novo CD. Ouvi pouca coisa ainda, mas me parece sensacional. Essa música é do CD de 200 chamado “Cowboys Poems Free”. Imperdível.




- Postado por: Hank às 09h58
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Sexo

O nosso cacareco e presidente da câmera, o popular Severino quer aprovar em regime de urgência uma lei proibindo terminantemente, em qualquer horário, cenas de sexo na televisão, seja na programação ou na publicidade, isso inclui qualquer cena de nudez.

 

Até que proibir sexo na televisão tem um sentido, pois se pode machucar as costas ou tomar um choque. Prefiro a cama ou o sofá mesmo. Mas o que passa na programação após as 22:00 Hs, foda-se. Como já dizia o Renato Aragão, “Quem nunca viu não sabe o que é, e quem nunca viu não se admira.” Isso de censura é um absurdo tão grotesco que não dá pra concordar com isso. Lógico que passar um filme de sexo explícito na sessão da tarde não é aconselhável, mas eu prefiro ver uma bunda na TV a ficar com cara de bunda quando vejo o Roberto Jefferson sendo considerado um herói.

 

Quer mais sacanagem do que rola na câmara? Se o nível de corrupção virasse libido poderíamos fazer uma versão de “Calígula II”. O Severino não quer ver ninguém foder. Ele quer foder com o Brasil sozinho, ele quer monogamia. Mas ele não sabe (ou melhor, finge não saber) de que os colegas dele fodem o Brasil também.

 

Uma coisa engraçada nessa CPI é que convocam até o cachorro dos envolvidos, para saber se o Bonzo foi superfaturado, mas até agora a cafetina que o Marcos Valério contratava para dar “festinhas” para parlamentares não foi convocada. Isso quer dizer que tem tanta gente de rabo preso que é melhor deixar a puta de lado, pois se ela abrir a boca e começar a falar imagina o que vai aparecer de Ex-mulheres metendo a boca. Nessa temos vantagem, os caras ganham uma fortuna, mas tirando a exceção do Ciro Gomes, casam com umas mocréias, que quando são rejeitadas  viram umas pestes. O Pitta que o diga.

 

O Severino já havia se manifestado contra os homossexuais. Alguém poderia chegar pra ele e falar que homossexualismo é opcional e não é obrigatório. Não é aprovando a união homossexual que todos os casamentos do país obrigatoriamente terão que ser dessa forma. Pra mim quem se preocupa muito com a homossexualidade alheia é um viado covarde. Louco pra dar mas não tem coragem então pega no pé de quem assume a bronca.

 

Então o negócio é assim:

        - Ver os seios da Débora Secco é imoral. Trabalhar só três dias no congresso não é.

 

        - Ver a Sonia Braga nua em uma reprise antiga de Dona Flor é imoral. Salário mínimo a 300 contos não é.

 

        - Assistir a Angelina Jolie transando com o Antonio Bandeiras é imoral. Receber mensalão não é.

 

        - Ver a Sharon Stone cruzar as pernas é imoral. Ser eleito com verbas de caixa 2 não é.

 

  - A Vera Fisher nua é imoral. Ser eleito presidente da câmara com a promessa de aumento para parlamentares não é.

 

 -         A nudez da Sheila Mello é imoral. Agora explorar os fiéis com dízimos e ser pego transportando milhões em dinheiro em um avião não é.

 

Fodam-se todos os deputados que estão junto com o Severino.

 

Cheers,

 

Hank

 


Som do dia: “Sexo” do Ultraje a Rigor. Eu pessoalmente gosto muito das letras dessa banda. A da dessa música então é mais atual que nunca.




- Postado por: Hank às 19h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Nome das Coisas

Brasileiro é um bicho muito medido a besta mesmo. Eu chego a essa conclusão quando vejo o uso de palavras estrangeiras no nosso dia a dia. Não sou como o Aldo Rebelo, que queria proibir tudo, segundo ele até o “mouse” do computador teria que mudar o nome, mas tem certas coisas que nos tornam tão ridículos que o bom senso deveria imperar. Não é com lei que isso vai mudar.

 

Os nomes de prédios, vocês já notaram? Nomes como “Maison D’ille de Spagna”, “L’Arc Moema”, Manhattan’s Towers”, “Spotlight Pinheiros” , “Maison Fontainebleau”, etc. O prédio pode ser localizado numa periferia fodida, mas os babacas cismam de colocar um nome onde metade dos moradores não vai nem saber escrevê-lo direito. Os caras das construtoras acham que um nome desses “valoriza” o prédio. Coisa de idiota.

 

Existem tantas palavras bonitas para se batizar um prédio, mas essa necessidade de parecer “chic” de algum paspalho, que vai lá e coloca um nome que não tem nada a ver. Não sei nas outras capitais como é que funciona, mas em São Paulo, que é a “babacolândia” isso é quase regra. De cada 10 prédios, pelo menos 6 tem nomes estrangeiros, e pelo que saiba de cada 10 paulistanos não devem ter 6 pessoas bilíngües.

 

Eu acho que a língua portuguesa é muito complexa, muito mais que inglês, por exemplo, mas ao mesmo tempo em que é mais complicada, nos permite usar um vocabulário mais rico. O “português brasileiro” então é mais rico ainda que o original lusitano, pois agregamos expressões africanas, indígenas, européias e latinas, criando uma coisa muito nossa.

 

Andem em um shopping e reparem quantas lojas tem nomes em português. Poucas não é? E não estou contando com as grandes franquias internacionais, estou falando de lojas de roupas, sapatos, lanchonetes, etc. Eu fico indignado quando olho numa loja e vejo : “50% OFF” indicando desconto. Coisinha de subdesenvolvido baba ovo. Quer dar desconto coloque escrito DESCONTO e pronto.

 

O ensino de línguas é uma coisa essencial em um mudo globalizado. O intercâmbio de palavras e expressões além de importantes são inevitáveis. Só que se deve ter bom senso. Já basta esse monte de moleque retardado que usam expressões ridículas de internet o que tornam ininteligíveis seus textos.

 

Cheers,

 

Hank

 


 Som do dia: “Nome das Coisas” do Karnak. E antes que alguém fale que é um contra-senso o fato de eu mesmo batizar os meus posts com frases em inglês, eu vou explicar pela 2030485 vez. Os nomes são sempre o nome de uma música, um disco, um livro ou filme. Como minha cultura musical é 99% estrangeira é natural que os posts tenham nome em inglês. O que não é o caso do Karnak do André Abujanra, que era uma das bandas mais legais de SP.




- Postado por: Hank às 17h53
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Sex is not the Enemy

A atriz Jennifer Connelly de “Água Negra, deu uma declaração pra a revista “Esquire”, falando que gosta de ser versátil durante o sexo: “ Adoro ler um livro enquanto faço sexo. E falar ao telefone. Dá muito prazer”. Declarou ainda que gosta de ficar na internet durante o ato, desde que o quarto esteja escuro. Imagino que o marido dela deve estar querendo se jogar de uma ponte depois dessas declarações.

 

Imagina a cena. O cara chega todo empolgado, ela toda linda, tira a roupa e pega “O Senhor dos Anéis”. Você lá em cima e ela interessada se o Gollum vai trair o Frodo. Tem coisa mais broxante? O cara lá, mandando ver, e ela: “Não chacoalha que eu não consigo ler!!!”. Ou talvez ela prefira ficar só de quatro, facilitando o ato (de ler).

 

Bom, ficar na internet durante o ato sexual eu tenho até uma idéia. Afinal cada vez que eu vou consultar o meu saldo no banco, eu já falo: “To fodido”. Ela só leva mais ao pé da letra. E se fode realmente.

 

E se a moda pega? Imagino como deve ser trepar com um livro com a cara do Paulo Coelho na capa. E do Lair Ribeiro então? Taí a razão do David Beckham ter escolhido uma mulher que nunca leu um livro na vida. E as garotas vão começar a ficar criativas, vão querer fazer tricô, palavras cruzadas, jogar videogame. Você ta lá em cima e ela dá um berro:

 

-         Yesssssss!

-         Gozou amor?

-         Não! Passei de fase no Pacman!

 

E o lance do telefone então? O cara todo concentrado e ela falando com a sogra. De repente no meio da trepada vem a cara da velha na cabeça. Pra complicar ela usa aqueles telefones que você ouve o que se fala a um quarteirão de distância e ouve a velha falando sobre a operação de varizes. Se o pinto do cara conseguir ficar duro depois disso ele é um fenômeno.

 

E a garota fazendo palavra cruzada? O sujeito se matando pra fazer sexo anal. Passa KY no pau e quando ta começando a colocá-lo na garota ela berra! “Na minha região glútea com cinco letras não!!”

 

Olhando a foto que ilustra esse texto com certeza um bando de marmanjos ficaram babando. Mas depois das  declarações  com certeza ela receberá mais convites para feiras literárias do que pra ir á algum motel. Nunca o fanatismo pela leitura foi tão longe, He, he, he.

 

Cheers

 

Hank

 


Som do dia: “Sex is not the Enemy” do Garbage




- Postado por: Hank às 11h35
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Garbage

Sempre gostei de coisas “trash”. Adoro pegar um filme tipo “Os Palhaços Assassinos do Espaço”, “A Volta dos Tomates Assassinos”, etc. música “trash” também é muito divertida. Prefiro ouvir Falcão a qualquer coisa que o Caetano Veloso tenha cantado nos últimos 136 anos. E a televisão então é um prato cheio de coisas bregas. Isso é uma coisa mundial, não é algo nosso. Vocês já assistiram a RAI, TV estatal italiana? Parece que só tem programas de auditório, daqueles que fazem o Gugu parecer uma produção do Spielberg. Sempre apresentados por alguma italiana lindíssima e alguns calouros que são de lascar.

 

Ontem estava assistindo a um programa esportivo quando entrou ao vivo o tão falado programa de auditório do Maradona, onde o convidado de honra foi o Pelé. O programa é terrível! Pra quem não viu imagine um programa da Hebe, onde três jogadores de futebol, com seu vocabulário riquíssimo encontra uma jogadora de tênis, uma atriz italiana com os peitos maiores que a cabeça (com um decote lá no umbigo), um cantor brega argentino e o nosso Pelé. Cercado por “colegas de trabalho” seminuas “a lá Gugu” em um cenário kitch modernoso e com joguinhos tipo os do Luciano Huck.

 

O dono do programa estava nervoso com a estréia, gaguejava várias vezes e via-se que era uma coisa super forçada. O “auge” foi quando o Maradona arranjou um violão e fez o nosso “Rei” cantar uma de suas “lindas composições”. Se ele queria humilhar o Pelé conseguiu em cheio há, há, há. O que nunca conseguiu com a bola no pé ele fez com um microfone. Os argentinos não estavam habituados a ver o “Negão” com sua velha lábia. Ele é safo pra cacete. Dobrou todo mundo com facilidade. E olha que o Pelé em 90% das vezes que abre a boca “queima o filme”.

 

Nós vivemos reclamando da qualidade da programação da nossa TV, mas isso é uma coisa mundial. Vocês já ficaram zapeando pelos “canais étnicos”? Se você quer rir eu tenho uma receita infalível. Meia garrafa de vodka e assistir uma novela árabe sem legenda. Você não precisa nem entender o que eles estão falando, só de ver a “atuação” dos atores é muito engraçado. E o canal japonês com concurso de karaokê? Uma coisa tem que falar dos japas, eles podem ser muito inteligentes, mas quando Deus colocou senso de ridículo no homem eles pularam a fila. É tão absurdamente ruim que eu tenho que tomar a outra metade da garrafa.

 

Agora ninguém faz porcaria como os americanos. Tem um canal chamado “E!” que é na verdade um “TV Fama” de 24 horas. Uma mostra que se pode falar 24 horas sobre nada de proveitoso. Um canal onde a Paris Hilton é considerada uma celebridade talentosa. Os reality shows americanos são uma coisa absurdamente ruim. E como eles gastam uma grana brava na produção até parece que é sério. Alguém já viu o “The American Idol”? O Silvio Santos poderia tranqüilamente ser o apresentador. E o inglês “Top of the Pops”, que está no ar a uns 40 anos e ainda me lembra o finado “Globo de Ouro” e aqueles clips “maravilhosos” do Cansástico.

Mas não tenho o saco pra ver esses programas sóbrio. Na minha TV eu fico sintonizado o tempo todo na ESPN Brasil. Quando está passando algo chato vou pra algum documentário, ou o canal do bichos ou algum de desenho. Pelo menos assim eu evito dar de cara com a Spice Girl, Victoria Principal Beckhan falar que nunca leu um livro na vida....Então ta né?

 

Cheers

 

Hank

 


Som do dia: “Bleed Like Me” do “Garbage”. Gosto muito dessa banda, que faz um pop de bom gosto. Esse novo CD é bem melhor que o anterior.




- Postado por: Hank às 11h22
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________






Meu perfil:

Sou Paulista, Paulistano e torço para o São Paulo F.C. Sou desbocado e politicamente incorreto e discuto e não respeito política, religião e futebol sem o menor pudor.

Cerveja e pizza é a base da minha existência.

Ouço basicamente Rock em vários estilos, mas curto um pouco de outros estilos musicais.

 

 

 

The Hank Files:

01/05/2010 a 15/05/2010
16/04/2010 a 30/04/2010
01/04/2010 a 15/04/2010
16/03/2010 a 31/03/2010
01/03/2010 a 15/03/2010
16/02/2010 a 28/02/2010
01/02/2010 a 15/02/2010
01/09/2009 a 15/09/2009
16/08/2008 a 31/08/2008
01/08/2008 a 15/08/2008
16/07/2008 a 31/07/2008
01/07/2008 a 15/07/2008
16/06/2008 a 30/06/2008
01/06/2008 a 15/06/2008
16/05/2008 a 31/05/2008
01/05/2008 a 15/05/2008
01/01/2008 a 15/01/2008
16/12/2007 a 31/12/2007
01/12/2007 a 15/12/2007
16/11/2007 a 30/11/2007
01/11/2007 a 15/11/2007
16/08/2007 a 31/08/2007
01/08/2007 a 15/08/2007
16/07/2007 a 31/07/2007
16/06/2007 a 30/06/2007
01/06/2007 a 15/06/2007
16/05/2007 a 31/05/2007
01/05/2007 a 15/05/2007
16/04/2007 a 30/04/2007
01/04/2007 a 15/04/2007
16/03/2007 a 31/03/2007
01/03/2007 a 15/03/2007
16/02/2007 a 28/02/2007
01/02/2007 a 15/02/2007
16/01/2007 a 31/01/2007
01/01/2007 a 15/01/2007
16/12/2006 a 31/12/2006
01/12/2006 a 15/12/2006
16/11/2006 a 30/11/2006
01/11/2006 a 15/11/2006
16/10/2006 a 31/10/2006
01/10/2006 a 15/10/2006
16/09/2006 a 30/09/2006
01/09/2006 a 15/09/2006
16/08/2006 a 31/08/2006
01/08/2006 a 15/08/2006
16/07/2006 a 31/07/2006
01/07/2006 a 15/07/2006
16/06/2006 a 30/06/2006
01/06/2006 a 15/06/2006
16/05/2006 a 31/05/2006
01/05/2006 a 15/05/2006
16/04/2006 a 30/04/2006
01/04/2006 a 15/04/2006
16/03/2006 a 31/03/2006
01/03/2006 a 15/03/2006
16/02/2006 a 28/02/2006
01/02/2006 a 15/02/2006
16/01/2006 a 31/01/2006
01/01/2006 a 15/01/2006
16/12/2005 a 31/12/2005
01/12/2005 a 15/12/2005
16/11/2005 a 30/11/2005
01/11/2005 a 15/11/2005
16/10/2005 a 31/10/2005
01/10/2005 a 15/10/2005
16/09/2005 a 30/09/2005
01/09/2005 a 15/09/2005
16/08/2005 a 31/08/2005
01/08/2005 a 15/08/2005
16/07/2005 a 31/07/2005
01/07/2005 a 15/07/2005
16/06/2005 a 30/06/2005
01/06/2005 a 15/06/2005
16/05/2005 a 31/05/2005
01/05/2005 a 15/05/2005
16/04/2005 a 30/04/2005
01/04/2005 a 15/04/2005
16/03/2005 a 31/03/2005
01/03/2005 a 15/03/2005
16/02/2005 a 28/02/2005
01/02/2005 a 15/02/2005
16/01/2005 a 31/01/2005
01/01/2005 a 15/01/2005
16/12/2004 a 31/12/2004
01/12/2004 a 15/12/2004
16/11/2004 a 30/11/2004
01/11/2004 a 15/11/2004
16/10/2004 a 31/10/2004
01/10/2004 a 15/10/2004
16/09/2004 a 30/09/2004
01/09/2004 a 15/09/2004
16/08/2004 a 31/08/2004
01/08/2004 a 15/08/2004
16/07/2004 a 31/07/2004
01/07/2004 a 15/07/2004
16/06/2004 a 30/06/2004
01/06/2004 a 15/06/2004
16/05/2004 a 31/05/2004


 

Blogs que visito:

   Follow You, Follow Me
   Allan Sieber
   A Boa Esposa Pensando Naquilo
   Blônicas
   Celtic Skull Products
   Guto Leite
   Lu Cordeiro
   MATUTO MODERNO
   Menina Apimentada
   Na Palma da Minha Mão
   Olívia
   Paulo Freire
   Poeira Zine
   Popload
   Ricardo Rayol
   Ricardo Vignini
   Sakana
   Sexo, Poesia e Bossas
   Sobre Todas as Coisas
   Tânia
   A Matéria do Sonho
   Sem Meias Palavras
   Lixão de Textos
   Tia Augusta
   Killing Travis
   Xico Sá
   Coisas e Coisas
   Mini Contos Perversos


Contador:

 

 

DIVULGUE

 

 

CONTATO

 

 

XML/RSS Feed
O que é isto?

Template by Hank