} // mmLoadMenus() Notas do Velho Safado - By Hank - Quinta "Rodada"


Next Stop Earth

Eu sempre curti ficção científica. Desde criança eu era maluco por séries como “Terra de Gigantes”, “Perdidos no Espaço”, “Viagem ao Fundo do Mar” e principalmente “Jornada nas Estrelas”. Até hoje quando não estou fazendo nada, se tiver oportunidade de ver alguma reprise desses programas eu os assisto.

 

Para mim o melhor seriado já feito foi “Arquivo X”. Assisti todos os episódios e hoje eu os assisto novamente no “Canal 21”. Os roteiros eram extremamente criativos, saiam do “lugar comum” da maioria dos seriados. Um dos segredos da série era o que havia acontecido com a abdução da irmã do Agente Mulder.

 

Eu lembrei disso quando vi esse site: www.earthbounddog.com . Eles vendem um colar semelhante àqueles que militares utilizam para identificação. A diferença que esse colar garante a sua segurança em caso de abdução de extraterrestres. Imagine, você ta andando numa rua deserta, sem população, tipo das de televisão... (plagiei o Premê he, he, he) Aí aparece aquele discão voador, parecendo um prato gigante. Eles levam você “pra dar um rolê” pela galáxia, enjoy the trip!

 

O problema é que parece que os Aliens devem ser muito desorganizados, sabe como é, pegam um cara num planeta, outro em outro, devem tomar uma cachaça marciana e como eles não falam a língua de seus “convidados” o  pessoal fica perdido. Mas se você tiver bendito colar, SEUS PROBLEMAS ACABARAM! Pois o colar tem um mapa com a localização da Terra, tudo pra te levar diretamente para seu planeta favorito.

 

Agora é moleza, podemos ser abduzidos a vontade. Tá vendo, se a irmã do Mulder tivesse um colar eu não teria que esperar 10 anos pra descobrir o que aconteceu com ela. Provavelmente o ET de Varginha também não seria abandonado em Minas Gerais e o Severino Cavalcanti e o Michael Jackson seriam devolvidos aos respectivos planetas.

 

Estou pensando em copiar a idéia e ir vender uns troços desses em São Tomé das Letras, a capital brasileira dos malucos-beleza e dos malucos-de-pedra. É fácil andar por lá e esbarrar em alguém que jura que já viu, andou, transou ou almoçou em um disco voador. O fato de lá ter um dos maiores consumos de cachaça e maconha do País, provavelmente deve der algo a ver com esses fenômenos.

 

 

Imagino um cara que tá em casa, toca a campainha e é a namorada. Ele fala que tem uma coisa muito especial pra dar á ela. A garota então fica lá pensando em um anel de noivado, aquele que ela espera há 12 anos. O Maluco vai lá, joga a coleção de “Revista Planeta” e “UFO” em um canto, e debaixo do capacete do “Darth Vader” ele pega um pacotinho e dá para a namorada um colar “anti-abdução”. Se nosso herói conseguiu viajar em um disco voador eu não sei, mas foi nesse dia que seu romance foi para o espaço.

Cheers,

 

Hank

 


Som do dia: “Next Stop Earth” do CD Flexable do Steve Vai. Pra mim o melhor disco do “guitar hero”.




- Postado por: Hank às 14h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Agente 86

Morreu ontem o ator que interpretou um dos papéis mais geniais da minha geração. Don Adams que interpretou Maxwell Smart, o Agente 86. Eu assistia quando criança e toda vez que passa alguma reprise na TV eu continuo achando engraçado o programa, quem já assistiu com certeza se lembra dessas frases:

 

- "Desculpe por isso, chefe!"

- "...e vou adorar!"

- "O velho truque..."

- "Você acreditaria se...?"

 

Nos anos 60 a moda eram filmes e série de espionagem, como James Bond, e em 65 Mel Brooks resolveu avacalhar com esse tipo de filme. Bolou a série e teve a felicidade de encontrar os atores certos para os papéis, todos eles eram perfeitos. O roteiro dos episódios eram  muito além das comédias do seu tempo.

 

Um dia desses uma colega mala-sem-alça do serviço começou a reclamar do volume da conversa de outros colegas. Mandei ela arrumar um “cone do silêncio”. Ela não entendeu nada, mas é lembrar daquele troço tosco de acrílico que não servia para absolutamente nada.

 

As invenções da série eram demais. Todo moleque queria um sapatofone. “Imagina como deve ser legar ter um telefone portátil”. A gente nem imaginava que anos depois qualquer um teria um aparelho celular, he, he, he. Fora o andróide Hyme e a maravilhosa Agente 99.

 

A série durou nos EUA de 65 á 70 e depois foram feitos alguns filmes “revival” do personagem, mas nunca fizeram muito sucesso. É difícil competir com algo que já é perfeito.

 

Minha teoria é que os vilãos da KAOS mudaram o  nome para PT e tomou o poder em um certo país sul americano.  É a única coisa que justifica tanta trapalhada no governo. O Siegfried deve ter feito uma operação plástica e virou o Zé Dirceu.

 

Valeu Don Adams

 

Cheers

 

Hank

 


Indicação do dia: Agente 86.
Só pra dar um toque, estou colaborando em um novo blog, de alguns velhos amigos, o BARZABUM, o endereço está aí do lado.
 

- Postado por: Hank às 15h57
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Shot in the Dark

Eu tô de saco cheio com essa bosta de referendo sobre a proibição de armas. Já estou indignado de ter que perder horas da minha vida pra decidir algo que uns PALHAÇOS de uns deputados que não tem culhão de encarar os patrocinadores de suas campanhas, por isso jogaram o abacaxi pra cima da gente. Porque não fazem um referendo de pena de morte pra político corrupto? Aposto que eles iam se dar mal.

 

O que me enche são uns e-mails defendendo o uso das armas. Eu acho que o cara pode defender o ponto de vista dele, mas, por favor, não me trate como idiota, pois os argumentos apresentados são tão imbecis, que não posso acreditar que alguém que tenha mais de 8 neurônios possa levar a sério.

 

Um que recebi umas 8 cópias fala que se um ladrão entrar na sua casa e você berrar pro vizinho te ajudar e ele não tiver uma arma você tá fodido. Cara, se um ladrão entrar na sua casa, você JÀ está fodido. Ou você acha que o bandido vai te deixar sair berrando e vai ficar de braços cruzados?

 

Fala que você tem que ter uma arma pra se defender de um ladrão. OK. Como não vai adiantar você ter a arma na mesinha de cabeceira, o certo vai ser você andar com ela na cintura, certo? Então você cuida do seu filho, brinca com o cachorro com a arma na cintura. Se tocar a campainha e do outro lado tiver um bandido não vai adiantar nada se a arma não tiver engatilhada e apontada pra porta. Então o certo é que cada vez que tocar a campainha, você desengatilhe o revolver, aponte para a porta e se o visitante for suspeito você esteja pronto para fazer o miolo dele se espalhar na soleira da porta.

 

Fala no e-mail dos estupros de estudantes no caminho da faculdade, que vão aumentar pois o bandido sabe que não tem ninguém armado por perto. Gente, o cara sabe que se for preso vai ser linchado e isso não dá medo algum nele, vocês acham que passa na cabeça de um demente desses a possibilidade de encontrar um transeunte armado? Tenha dó.

 

O e-mail fala de países como Cuba e outras ditaduras onde foram proibidas as armas e que os assassinatos não diminuíram. Mas não mostraram casos como Austrália, Inglaterra e Canadá que diminuíram.

 

E a piada dos anúncios então. Uma loira segurando um rifle. Isso é uma jogada de marketing mais manjada impossível, Uma mulher bonita (chamativo sexual) mais um objeto simbolizando poder (nesse caso uma arma, mas usam também carros, bebidas ou cigarro com o mesmo objetivo). O engraçado que todo mundo faz piada de “loira burra”, agora com uma arma ela fica esperta, sensato isso né? Tá na cara que isso é obra de um marketeiro, igual aos que empurraram pra gente essa aberração de governo. Alguém se lembra do “Lulinha Paz e Amor”?

 

Eu não me lembro de ler alguma vez sobre alguém que reagiu á um assalto com a própria arma e se safou. Mas eu vejo sempre casos de seguranças despreparados que matam clientes mais folgados, gente que mata por que “Mexeu com a minha mina”, moleques que matam colegas com a arma do pai, e crianças que por acidente com armas em casa ficam paraplégicas.

 

Se você quer matar alguém e quer ter o direito de ter armas, tudo bem, uns brincam de “Dirty Harry” com 8 anos, outros continuam brincando disso com 30 ou mais. Se eu tivesse uma arma com certeza uma pessoa nesse mundo pelo menos não estaria mais respirando. Mas não me venha com essa lenga lenga orquestrada por algum publicitário de quinta categoria.

 

Cheers,

 

Hank

 


Som do dia: “Shot in the Dark” do Ozzy.




- Postado por: Hank às 12h57
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Drive My Car

Quinta-Feira foi o “Dia Sem Carro”, uma data no calendário mundial, onde teoricamente as pessoas deveriam deixar o carro em casa e irem trabalhar de ônibus, metrô, bicicleta, a pé, de cavalo, sei lá. Parece que a única pessoa que aderiu ao dia foi o prefeito de SP, já que o congestionamento de ontem foi maior que o normal.

 

Muita gente não consegue viver sem carro, conheci gente que pra ir comprar cigarro na padaria que fica a 100 mts de casa ia de carro. Demorava mais tempo para tirar o carro da vaga apertada na garagem do que se tivesse ido a pé.

 

Eu não dirijo. Nunca tive a menor vontade de dirigir, cheguei a tirar carta, mas ela está jogada em alguma gaveta com a validade vencida há séculos. Eu conheço muita gente como eu que não gosta de dirigir, amigos e meu irmão. Lógico que às vezes carro faz falta, mas pra mim nunca foi algo que não consiga lidar. Quando eu falo que não dirijo tem gente que me olha como se eu fosse um ET. Deve ter algo escrito na bíblia que todo ser humano é obrigado a gostar de dirigir. Eu não gosto e ponto final. Um barbeiro a menos na rua.

 

Conheço gente que por exemplo não curte internet, usa apenas para trabalho e pesquisas. Minha namorada por exemplo. Tem um e-mail gratuito que abre de quinze em quinze dias. Não tem contatos no MSN, SKYPE ou Orkut (que ela acha chatíssimo, o que não posso discordar). É uma opção dela. Hoje se você não tem um perfil no Orkut é como se não tivesse identidade. Que besteira. Pra falar a verdade acho que metade dos meus amigos não está nessa também.

 

Existem algumas convenções que querem te empurrar pela goela. O que você tem que gostar de fazer, o que é que você deve ler, ouvir. É como aqueles caras que falam que curtem “Blues”, mas na verdade não entendem nada, vão em um barzinho do Bexiga, ouvem os músicos tocarem as mesmas 7 músicas de sempre, quase dormem em cima da mesa, mas continuam falando que gostam de blues, pois se você gritar: “Blues é chato pra caralho” é capaz de apanhar.

 

Eu tenho um amigo que sempre odiou viajar. Enquanto fazíamos viagens maravilhosas pelo Brasil inteiro ele sempre arrumava uma desculpa para não ir conosco. O ideal pra ele era ficar fazendo um churrasquinho em casa com meia dúzia de amigos e uma geladeira de cerveja. Tinha uma casa na praia aonde não ia nunca. E não é que justo ele, por motivos profissionais, acabou virando um viajante nato e hoje mora na Europa? Mas ele sempre sente falta dos churrasquinhos com os amigos.

 

Acho que você fazer as coisas só porquê alguém acha que você tem que fazer é uma besteira. A vida já é tão estressante, normalmente por causa de trabalho você é obrigado a fazer coisas que detesta, mas nas suas horas vagas acho que temos que fazer coisas que gostamos. Se vou ao cinema de táxi, ou ao invés de pesquisar na internet preferir ler um livro sobre determinado assunto, é uma coisa bem pessoal. Fodam-se as convenções.

 

Cheers

 

Hank

 


Som do dia: “Drive My Car” dos Beatles



- Postado por: Hank às 09h31
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Birth of the Mule

Eu sempre uso a frase: “Ninguém nunca perdeu dinheiro subestimando a inteligência do povo”. Acho que não sou rico por falta de cara de pau mesmo, se tivesse um pouquinho já estaria rico. Eu vejo isso todo dia, um monte de gente sendo feito de idiota e saem sorrindo. Por exemplo, tem um produto que custa quase 200 pratas que promete emagrecer dormindo. Como existe um outro produto que promete que você aprende uma outra língua enquanto dorme taí a solução. A gente pega um gordão burro, põe ele pra dormir e quando ele acordar ele ta magro e bilíngüe. (Leão ta a fim de testar?)

 

E aquelas cintas que você coloca, vai dormir e ficar forte como o Mike Tyson. Não precisa ir à academia nem nada. Que moleza né? Conheço um caso de um cara que comprou uma dessas cintas que prometem fazer derreter a banha. O cara esqueceu o troço ligado em cima do sofá, teve um curto, o móvel do cara pegou fogo e junto o apartamento do “gênio”. Isso é verídico. Antes ele era um gordo bobo, agora ele é gordo, bobo e sem –teto. O engraçado é que sempre tem um atleta famoso fazendo propaganda. Será que alguém acha que eles realmente usaram os produtos? Será que alguém acha que o Pelé só está em plena forma porquê sua Vitasay?

 

Agora uma picaretagem das piores é aquele livro “Medicina Alternativa de A a Z”. Está entre os mais vendidos há meses. Só que o livro é uma farsa ridícula. O autor do livro nem existe, é a junção do nome dos três picaretas que fizeram o livro, baseados em uma apostila de uma igreja. Não tem conhecimento científico algum. Existem coisas que especialistas falam que se a pessoa fizer pode até morrer. A Veja fez uma matéria completa há meses atrás, mas o livro continuou sendo vendido, graças a uma jogada de marketing muito bem bolada. Afinal o que vale mais? A opinião de um médico velhaco ou a da maravilhosa Sheila Mello em roupas minúsculas? O decote da loira conta mais que os anos de faculdade do médico, he, he, he.

 

E aqueles troços que vem por e-mail com produtos com a proposta de aumentar o pinto, crescer os peitos, acabar com a impotência, crescer cabelo, acabar com a celulite, ficar irresistível para o sexo oposto, etc. Aliás acho engraçadíssimo alguns produtos vendidos em sex-shops que prometem isso. Aí um barnabé parecido com filhote-de-cruz-credo compra o “sulfato de gambá” passa no corpo todo e vai lá no São Paulo Fashion Week querendo se “dar bem”. Não consegue nada e sai falando que a mulherada “é tudo sapatão”.

 

Acho também uma picaretagem aquelas palestras com atletas de sucesso. A desculpa é que eles vão lá dar uma aula de como ser organizado, ter sucesso, blá, blá blá. Na verdade os empresários que vão numa palestra dessas da mesma forma que as filhas deles vão atrás dos atores da Malhação. É uma tal de senhores de gravata fazendo de tudo pra tirar uma foto com o Luxemburgo, o Amyr Klink ou o Bernardinho que é uma festa. É uma “babação de ovo” com outro nome. Como fica chato falar que eles vão fazer tietagem, falam que vão numa palestra. Ta bom.....

 

Então é aquela fórmula, basta pegar algo relacionado com algo que a pessoa queira muito, dê uma chance dela conseguir isso sem esforço algum, uma solução miraculosa. Pegue o número do cartão de crédito dele e pronto. Faça um trouxa feliz e sua conta bancária mais feliz ainda.

 

Cheers

 

Hank


Som do dia: “Birth of the Mule” da banda genial Gov’t Mule.




- Postado por: Hank às 15h30
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




No Use For a Name

Uma coisa engraçada que acontece graças á internet é que você tem acesso ao nome das pessoas. To falando sério. Às vezes você conhece a pessoa por anos, fala com ela quase todo dia e não sabe o nome dela. Aí você recebe um convite para entrar na rede de amigos do Orkut de um tal Ricardo Pereira. Você acha que não conhece nenhum Ricardo, nem dá bola. Por curiosidade vai ao perfil do cara, fica boiando, aí entra nas fotos e descobre que ele é seu amigo “Bolão” com quem você joga futebol há sete anos.

 

Algumas vezes o apelido fica tão enraizado na pessoa que ninguém lembra do nome verdadeiro dela. Tinha um amigo que ganhou o apelido de Tainha, porquê uma vez ele se meteu numa confusão com uma “gandola” do exército e como ele era gordo o pessoal o apelidou de “Sargento Tainha”, personagem do Recruta Zero. Ele odiava que o chamassem pelo nome, Eduardo, provavelmente só os pais deles lembravam do nome verdadeiro. Quando ele morreu foi um saco, ninguém lembrava do nome do cara direito pra ir atrás das coisas.

 

Uma vez estava numa mesa onde tinha umas 20 pessoas que se conheciam por no mínimo 15 anos. Esse lance dos nomes veio à tona. E como metade tinha apelido, começaram a fazer as apresentações. Foram hilárias as exclamações: “Pô, ta brincando que seu nome é Sergio!!”, “Marcelo???? Você não tem cara de Marcelo”.

 

Na internet então é uma festa. Grande parte as pessoas tem algum Nick. Até eu uso um. 90% das pessoas que vem aqui sabem meu nome. Quem me conhece fora daqui me chamam normalmente de Gui, quem só me conhece pelo blog por Hank. Não me importo pois eu não uso meu nick para esconder uma outra faceta da minha personalidade. Não tenho quase contato pessoal com meus leitores. Se um dia fosse convidado pra uma dessas reuniões de blogueiros ia ser engraçado, pois não estou acostumado de ser chamado de Hank “a voz alta”.

 

Tem apelidos que grudam mesmo na pessoa. E se o cara não gosta, protesta aí é que pega. Isso é uma regra. Tem outros que pegam e a pessoa nem sequer merece, mas o apelido fica. Lembro de um amigo que “chamou o Hugo” no meio da sala durante uma festa. O apelidamos  de “Vomitão”, que depois virou “Vumitão”, que virou “Vu”. O foda é que não lembro dele ter vomitado nunca mais, mas o apelido dura até hoje. Era meio embaraçoso chegar para sua nova namorada e apresentar: “Amor, esse é meu amigo Vomitão” Há, há, há. A garota tinha nojo até de apertar a mão do cara he, he, he.

 

Tem os apelidos ridículos que você ganha em casa, dos pais, por causa de alguma asneira que você faz quando tinha 6 meses de idade e por causa disso, você com 1.90 m e 120 Kg é chamado de “Titico”  na frente dos seus amigos, para deleite deles. E os “apelidos carinhosos”? Aqueles que devem ficar só entre você e sua namorada. Aí você está no meio da sala tomando cerveja com seus amigos e torcendo contra o Palmeiras e ela entra na sala e fala: “Ursinho, me passa uma cerveja!”. Putz aí fodeu. Se você não tinha nenhum apelido, acabou de arrumar um bem ridículo pro resto da vida. Nunca mais vão esquecer disso.

 

Cheers,

 

Hank


Som do dia: "No Use For a Name", uma banda punk muito simpática.




- Postado por: Hank às 12h54
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________






Meu perfil:

Sou Paulista, Paulistano e torço para o São Paulo F.C. Sou desbocado e politicamente incorreto e discuto e não respeito política, religião e futebol sem o menor pudor.

Cerveja e pizza é a base da minha existência.

Ouço basicamente Rock em vários estilos, mas curto um pouco de outros estilos musicais.

 

 

 

The Hank Files:

01/05/2010 a 15/05/2010
16/04/2010 a 30/04/2010
01/04/2010 a 15/04/2010
16/03/2010 a 31/03/2010
01/03/2010 a 15/03/2010
16/02/2010 a 28/02/2010
01/02/2010 a 15/02/2010
01/09/2009 a 15/09/2009
16/08/2008 a 31/08/2008
01/08/2008 a 15/08/2008
16/07/2008 a 31/07/2008
01/07/2008 a 15/07/2008
16/06/2008 a 30/06/2008
01/06/2008 a 15/06/2008
16/05/2008 a 31/05/2008
01/05/2008 a 15/05/2008
01/01/2008 a 15/01/2008
16/12/2007 a 31/12/2007
01/12/2007 a 15/12/2007
16/11/2007 a 30/11/2007
01/11/2007 a 15/11/2007
16/08/2007 a 31/08/2007
01/08/2007 a 15/08/2007
16/07/2007 a 31/07/2007
16/06/2007 a 30/06/2007
01/06/2007 a 15/06/2007
16/05/2007 a 31/05/2007
01/05/2007 a 15/05/2007
16/04/2007 a 30/04/2007
01/04/2007 a 15/04/2007
16/03/2007 a 31/03/2007
01/03/2007 a 15/03/2007
16/02/2007 a 28/02/2007
01/02/2007 a 15/02/2007
16/01/2007 a 31/01/2007
01/01/2007 a 15/01/2007
16/12/2006 a 31/12/2006
01/12/2006 a 15/12/2006
16/11/2006 a 30/11/2006
01/11/2006 a 15/11/2006
16/10/2006 a 31/10/2006
01/10/2006 a 15/10/2006
16/09/2006 a 30/09/2006
01/09/2006 a 15/09/2006
16/08/2006 a 31/08/2006
01/08/2006 a 15/08/2006
16/07/2006 a 31/07/2006
01/07/2006 a 15/07/2006
16/06/2006 a 30/06/2006
01/06/2006 a 15/06/2006
16/05/2006 a 31/05/2006
01/05/2006 a 15/05/2006
16/04/2006 a 30/04/2006
01/04/2006 a 15/04/2006
16/03/2006 a 31/03/2006
01/03/2006 a 15/03/2006
16/02/2006 a 28/02/2006
01/02/2006 a 15/02/2006
16/01/2006 a 31/01/2006
01/01/2006 a 15/01/2006
16/12/2005 a 31/12/2005
01/12/2005 a 15/12/2005
16/11/2005 a 30/11/2005
01/11/2005 a 15/11/2005
16/10/2005 a 31/10/2005
01/10/2005 a 15/10/2005
16/09/2005 a 30/09/2005
01/09/2005 a 15/09/2005
16/08/2005 a 31/08/2005
01/08/2005 a 15/08/2005
16/07/2005 a 31/07/2005
01/07/2005 a 15/07/2005
16/06/2005 a 30/06/2005
01/06/2005 a 15/06/2005
16/05/2005 a 31/05/2005
01/05/2005 a 15/05/2005
16/04/2005 a 30/04/2005
01/04/2005 a 15/04/2005
16/03/2005 a 31/03/2005
01/03/2005 a 15/03/2005
16/02/2005 a 28/02/2005
01/02/2005 a 15/02/2005
16/01/2005 a 31/01/2005
01/01/2005 a 15/01/2005
16/12/2004 a 31/12/2004
01/12/2004 a 15/12/2004
16/11/2004 a 30/11/2004
01/11/2004 a 15/11/2004
16/10/2004 a 31/10/2004
01/10/2004 a 15/10/2004
16/09/2004 a 30/09/2004
01/09/2004 a 15/09/2004
16/08/2004 a 31/08/2004
01/08/2004 a 15/08/2004
16/07/2004 a 31/07/2004
01/07/2004 a 15/07/2004
16/06/2004 a 30/06/2004
01/06/2004 a 15/06/2004
16/05/2004 a 31/05/2004


 

Blogs que visito:

   Follow You, Follow Me
   Allan Sieber
   A Boa Esposa Pensando Naquilo
   Blônicas
   Celtic Skull Products
   Guto Leite
   Lu Cordeiro
   MATUTO MODERNO
   Menina Apimentada
   Na Palma da Minha Mão
   Olívia
   Paulo Freire
   Poeira Zine
   Popload
   Ricardo Rayol
   Ricardo Vignini
   Sakana
   Sexo, Poesia e Bossas
   Sobre Todas as Coisas
   Tânia
   A Matéria do Sonho
   Sem Meias Palavras
   Lixão de Textos
   Tia Augusta
   Killing Travis
   Xico Sá
   Coisas e Coisas
   Mini Contos Perversos


Contador:

 

 

DIVULGUE

 

 

CONTATO

 

 

XML/RSS Feed
O que é isto?

Template by Hank