} // mmLoadMenus() Notas do Velho Safado - By Hank - Quinta "Rodada"


O Bebê de Rosemary

Era final de 1974, o maior sucesso de bilheteria do ano era “O Exorcista”, um filme de terror sobre possessão demoníaca. Nessa época o assunto virou moda no país e do que apareceram casos relacionado ao “chifrudo”, não ta no gibi. Em maio do ano seguinte um repórter estava de plantão tentando “esquentar” uma notícia para o Notícias Populares, jornal que adorava explorar casos de violência e aberrações. Ele viu na Folha sobre um garoto que havia nascido no dia anterior em São Bernardo com um prolongamento do cóccix e duas pequenas saliências na testa. Um caso raro, mas que de vez em quando aparece e que pode ser resolvido com uma pequena cirurgia. O repórter então escreveu um conto de horror, que o editor do jornal resolveu aproveitar e mandou para a manchete do jornal: NASCEU O DIABO EM S. PAULO. A chamada da matéria era a seguinte:

 

“Durante um parto incrivelmente fantástico e cheio de mistérios, correria e pânico por parte de enfermeiros e médicos, uma senhora deu a luz num hospital de São Bernardo do Campo, a uma estranha criatura, com aparência sobrenaturais, que tem todas as características doDiabo, em carne e osso. O bebêzinho, que já nasceu falando e ameaçou sua mãe de morte,tem o corpo totalmente cheio de pelos, dois chifres pontiagudos na cabeça e um rabo deaproximadamente cinco centimetros, além do olhar feroz, que causa medo e arrepios.”

 

A história do Bebê-Diabo fez esgotar toda a edição do jornal. Resolveu-se então prolongar a história, No dia seguinte os repórteres foram ao hospital, que surpreendentemente confirmaram a história. Falava-se que o bebê tinha nascido e ameaçado a mãe de morte, falando em bom português. Os médicos desmentiam tudo (lógico) e as autoridades eram acusadas de tentar encobrir o caso.

 

Por 27 dias o jornal publicou matérias sobre o Bebê-Diabo. Ele chegou a fugir do hospital, foi expulso de procissões, foi visto sob os telhados de São Bernardo, parou um táxi, matou um bispo, foi seqüestrado, fugiu para o nordeste e foi perseguido pelo Zé do Caixão. Valia tudo para manter a lenda no ar.

 

O caso da perseguição do Zé ao Bebê-Diabo foi hilário. Dois de seus assistentes foram á Rodoviária do Tietê para ir para Salvador atrás do “Brasinha”, mas como o jornal estava sem verba, depois de tirarem fotos eles desceram do ônibus na Marginal Tietê. Mas continuaram a mandar notícias “diretamente de Salvador”.

 

Eu me lembro muito bem do caso. Na escola só se falava das aventuras do diabinho. Algumas pessoas achavam que era o fim do Mundo. Outros jornais entraram na onda e deram mais corda ao assunto. No final era como uma “Literatura de Cordel”, só que impresso em jornal.

 

O Bebê-Diabo entrou para a galeria dos “monstros urbanos”, junto com a “Loira do Banheiro”, mas deixou uma lição: Nunca confiar cegamente em tudo que se escreve em jornal ou na imprensa em geral. Se uma história absurda dessas sem fundamento saiu desse jeito imagine o que fazem com outros assuntos.

 

Feliz Halloween,

 

Hank

 


Indicação do dia: “O Bebê de Rosemary” do Roman Polanski. Terror clássico, sobre o nascimento de um bebê filho do próprio Lorde das Trevas.



- Postado por: Hank às 12h44
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Poison Heart

Era 1987. Os Ramones iam dar um show no Palace na a primeira turnê deles no Brasil. Era uma banda bem “cult”, tinham muitos fãs mas não eram populares como ficaram depois aqui na América Latina.  A formação era Joey, Johnnie, Dee Dee e Ritchie, foi a única vez que o baixista original veio ao Brasil.

 

Lembro-me bem que os “carecas” (skinheads) haviam prometido arrumar confusão, então a polícia estava de olho e as revistas eram rigorosas. Um amigo que havia entrado na faculdade e estava com a cabeça raspada quase foi proibido de entrar no show. A apresentação foi fantástica, bem ao estilo do Ramones. Estávamos todos em êxtase. No fim do show tivemos que sair pela saída de emergência pois os “carecas” haviam tentado entrar na marra e teve confronto com a polícia do lado de fora. De resto muito calmo.

 

Após o show eu e meus amigos fomos no Maksoud Plaza, onde a banda estava hospedada para tentar conhecê-los. Nós estávamos numas 10 pessoas e tinha mais umas outras 10 no local. E todos nos conhecíamos, pois eram o pessoal de bandas que costumavam tocar conosco e com a banda de meus amigos, o Vírus. Não era aquele histerismo de tiete, todo mundo era muito calmo.

 

Os Ramones circulavam no lobby do hotel e nós ficamos horas conversando com eles. Na época achamos apenas curioso o fato dos músicos andarem sempre separados. Não sabíamos que eles na verdade se odiavam e não dirigiam a palavra uns para os outros, com exceção do novato Ritchie que falava com o Johnnie. O cara mais simpático na época foi o Dee Dee. Deu bastante atenção, tirou fotos, autógrafos e respondeu todas as perguntas que fazíamos. Mais tarde um amigo ao entrar no banheiro o flagrou com a cara enfiada num pacotinho cheia de coca.

 

Depois dessa turnê eles voltaram diversas vezes, fui em todas as turnês, mas o Dee Dee havia saído da banda, e apesar de serem mais populares, a banda nunca mais foi a mesma.

 

Eu lembrei desse fato porque acabei de ler “Coração Envenenado – Minha Vida Com os Ramones” do Dee Dee Ramone. O livro conta vários fatos de sua carreira e numa parte ele cita sua visita ao Brasil, a boa recepção que teve e que segundo ele,  encontrou “a nata do underground brasileiro” no lobby do hotel. As imagens desse dia voltaram em instantes. Lembro-me de tudo como se fosse ontem.

 

Dee Dee era o principal compositor do grupo, mesmo depois de sua saída eles sempre tiveram que apelar para suas composições mesmo após sua saída do grupo (O “Mondo Bizarro” e o “Adios Amigos” estão cheio delas). Infelizmente seu vício em heroína acabou vencendo e em 2002 ele teve uma overdose e morreu.

 

“Coração Envenenado” não é basicamente um livro sobre música como pode parecer. Na verdade é mais um livro sobre a vida de junkie do autor com música de pano de fundo. Uma versão punk do Bukowski, onde a bebida é substituída pelas drogas, mas mesmo assim é um livro essencial para entender um pouco mais a cabeça de um cara que ajudou a mudar a história da música.

 

Cheers

 

Hank


 Som do dia: “Poison Heart” do Ramones. Essa música Dee Dee havia feito muitos anos antes do “Mondo Bizarro”, mas para pagar uma fiança e sair da cadeia ele vendeu os direitos para o Ramones, e essa foi a música principal do disco.




- Postado por: Hank às 07h27
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Made Into a Movie

Na Mostra BR de cinema em São Paulo passou esses dias o filme “Sapato de Cetim” de Manoel de Oliveira. Seria mais um filme dos trocentos apresentados na mostra se não fosse por um pequeno (no caso grande) detalhe: O filme tem quase sete horas de duração. O que torna assistir ao filme uma prova digna de um triatleta.

 

Se você é como eu que depois de duas horas sentado já começa a se sentir incomodado, imagine só ficar sete horas no cinema? Pode ser o melhor filme do mundo que não tem coluna (nem saco) que agüente. Nem que fosse a versão da crucificação de Cristo, estrelado pelo próprio em pessoa compensaria o desconforto.

 

Acho que não consigo fazer quase nada por sete horas ininterruptas. Por exemplo: Eu adoro sexo, mas se tivesse que ficar sete horas seguidas ia ter que tomar Viagra como se fosse amendoim. Pizza, pode pegar a sua pizza preferida, você conseguiria ficar comendo por sete horas? Música também. Você ouviria a sua música predileta sendo repetida ininterruptamente por sete horas? Impossível. A única coisa que consigo fazer por sete horas (ou mais) é beber.

 

Uma solução então para ir assistir esse filme é levar um “kit”. Primeiro a namorada. Como deve ter uns 10 gatos pingados no filme, você pode arrumar um cantinho bem escuro e isolado e tirar um sarrinho bem gostoso, com isso você perde um bom tempo de filme. Leve um exemplar do Kama Sutra e veja o que dá pra executar sem chamar muita a atenção do lanterninha.

 

Ao invés de pipocas peça uma Pizza e diga para o bilheteiro te avisar na hora que chegar. Dê preferência a uma calzone, pois é mais fácil de comer no escuro e faz menos sujeira. Uma boa idéia é pedir um barrilzinho de chopp. Você coloca o barril perto do corredor, assim pode tomar uma bebida geladinha durante o filme.

 

Se você anda sofrendo de insônia também é uma boa. Dá tempo de tirar um cochilo. Por isso leve um travesseiro. Coloque um despertador para te acordar em uma hora, assim você não perde muita coisa do filme, he, he, he.

 

Aproveite e faça exercícios. Faça abdominais e flexões no corredor, corra do fundo do cinema até a tela e volte pulando as cadeiras vazias. Se tem gente que faz exercício na frente da TV porque não no cinema?

 

Por fim faça uma lista de todos seus amigos. Esses nomes serão muito úteis, pois assim que sair do cinema você vai ligar pra todos e falar que assistiu ao melhor filme do mundo. Convença-os á assistir essa bomba também. Lembre-se das vezes que eles fizeram assistir a batizados de filhos, casamentos com cerveja quente, festas de crianças. Essa é a hora da forra.

 

Cheers,

 

Hank

 


Som do dia: “Made into a Movie” do álbum “XXX” do ZZ Top.




- Postado por: Hank às 15h11
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Atom Heart Mother

Ao contrário do comercial da Folha que fala constantemente que esse é o “Ano do Rato”, acho que esse ano é na verdade o “Ano da Vaca”. Nunca esse bicho esteve tão na boca do povo como em 2005.

 

Pra começar teve a tal “Cow Parede” em SP. Achei um troço muito legal. Meio “kitch” mas legal. É muito bacana ver a interação das pessoas ao cruzar com uma vaca colorida em tamanho real no meio da calçada. Pena que sempre tem uns vândalos que roubam uns pedaços das obras. Possivelmente os fazem porquê as vaquinhas devem fazer eles lembrarem-se das respectivas mãezinhas.

 

Aí nossas amigas bovinas estavam com tudo até surgir a febre aftosa. Graças às trapalhadas do governo federal e estadual e uns produtores descuidados o rebanho de um estado inteiro está condenado e 41 países estão boicotando as importações de carne brasileira. Pior de tudo são as declarações do Presidente, jogando a culpa em tudo quanto é canto, fingindo que não sabe de nada. Já sei, a culpa é de um complô feito pelas vacas para prejudicar a imagem do PT.

 

Na Suécia essa semana foi inventado um trem “movido a vaca”. Eles trituram uma vaca inteira com alguns detritos. O gás liberado dessa mistura vira combustível para movimentar o trem que pode fazer 5 Km com uma vaca. O curioso que eles estão tentando vender o projeto para a Índia, onde esses bichos são sagrados. E pelo que sei o rebanho bovino na Suécia não é muito grande, carne lá é caríssima. Acho que petróleo sairia mais barato.

 

Agora em SP teve um caso insólito. Algumas vacas fugiram de um caminhão, em disparada por algumas das avenidas mais movimentadas da cidade. Foi um alvoroço. Teve vaca sendo atropelada até. Imagina você numa avenida movimentada e uma vaca cruza na sua frente? Bizarro não? O pior foi uma que saiu correndo e foi tentar se esconder dentro de um açougue. Ela foi lá fazer o quê? Reconhecer o corpo de algum parente? Imagine ela olhando para uma picanha e pensando “Mamãe!!!!!!” E o valente açougueiro que no momento estava retalhando uma vaca morta ao ver o bicho vivo na frente dele saiu em disparada pra se esconder trancafiado numa sala. Ele pensou o quê? Que era alguma vaca fantasma que ele transformou em bife? Ou ela queria vingança?

 

As aves ficaram tão revoltadas com essa exposição bovina que prometem reagir, a “gripe do frango” já é TOP de mídia. E olha que no ano que vem tem eleição e pelas pesquisas já estou vendo várias “penosas” se candidatando a cargos executivos. Peruas são candidatas a governador e até galinhas evangélicas vão tentar a reeleição. Vão ganhar muitos votos de outra classe de animais: Os Burros.

 

Cheers

 

Hank


Som do dia “Atom Heart Mother”, CD clássico do Pink Floyd, mais conhecido aqui como “O disco da vaca”.



- Postado por: Hank às 09h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Cup of Coffee

Eu li uma matéria onde os músicos do U2 proibiram que o Bono Vox tomasse café durante as gravações de um CD. Segundo os músicos ele ficava muito agitado e os perturbava. Bono defendeu-se falando que os outros caras é que deviam tomar mais café.

 

Uma coisa que queria saber: Café é gíria para alguma droga? Porque eu nunca fiquei nesse estado que os caras falam tanto lá fora. E olha que eu tomo café pra burro. Acho cômico ver em filmes os pais proibindo crianças de tomar café. A não ser que em vez de açúcar estejam colocando cocaína.

 

Aqui no Brasil, que teoricamente é a terra do café, nunca vi nada parecido. Nossa primeira refeição da manhã chama-se “café-da-manhã”, as crianças tomam café com leite na mamadeira. Deve ser por isso que não ficamos “doidões” como nos filmes americanos.

 

Quando eu saia pra baladas de meio de semana, às vezes dormia duas ou três horas e ia para o trabalho. Para não pegar no sono me entupia de café com Coca-Cola. Taí uma das combinações mais malditas do mundo. A espuma que se forma da combinação do café quente com a Coca-Cola gelada é repugnante. O gosto então é pavoroso. Você não dorme por causa dos estimulantes da bebida, mas sim porquê seu estômago fica tão embrulhado o resto do dia que é impossível relaxar para pegar no sono.

 

É engraçada essa perseguição sobre café numa sociedade que endeusa o uso de antidepressivos. Se você falar que toma Prozac diariamente vão achar normal, mas se você falar que toma três xícaras de café por dia, vão achar que você vai começar a agir como um chipanzé fora da jaula.

 

Ia ser bem legal se café tivesse o efeito que falam. Com certeza os traficantes de drogas iriam morrer de fome, afinal quem compraria cocaína e crack se com uma xicrinha de café ficasse ligadão. E para que um atleta se doparia se um cafezinho já seria estimulante suficiente? Aliás isso quer dizer que aquela vez que o goleiro Marcos do Palmeiras tomou um cafezinho durante um jogo da Libertadores ele estava se dopando?

 

Bom só sei que se o último CD do U2 saiu daquele jeito por causa de café eles deveriam deixar o Bono beber quanto quisesse, pois depois de lançarem um disco mais pavoroso que o outro, finalmente lançaram algo que preste.

 

Cheers

 

Hank

 


Som do dia: “Cup of Coffee” do Garbage.




- Postado por: Hank às 16h02
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Pinhead

O telefone toca. Era minha amiga Nanda falando pra eu entrar correndo na net para ver uma coisa. Entro lá no site da Folha de São Paulo. Ela queria me mostrar a coluna de domingo da Mônica Bergamo, que falava sobre o que é preciso para ser “Culto e Elegante”. O livro "Cultura & Elegância", organizado pelo historiador Jaime Pinsky, da a sua contribuição para que, você saiba "o que você precisa ler", "o que você precisa ouvir" e "o que você precisa ver", para se tornar, "um ser humano mais admirável".

 

Ao ver a lista nós dois descobrimos que somos duas antas grosseiras. Afinal eu não conheço 90% do que é citado para ser culto. Por exemplo, eu nunca ouvi o disco “ Bebadosamba" (Paulinho da Viola), "Cartola" (1976) e muito menos "O Mito (The Legendary)" (João Gilberto). Acho que a maior contribuição do João Gilberto  é que ele deu um no sentido na palavra CHATO, nunca a encheção de lingüiça havia ido tão longe desde que ele se lançou na carreira musical. Os discos de Jazz então fodeu. Eu gosto de alguma coisa, mas não tenho nenhum disco do Miles Davis e do Charlie Parker. O que me torna um completo analfabeto, segundo a colunista e o autor do livro.

 

Quanto aos livros indicados eu até que não me saí tão péssimo, afinal já li "Ilíada" (Homero), "As Aventuras de Tom Sawyer" (Mark Twain), "As Aventuras de Tom Sawyer" (Mark Twain), "Crime e Castigo" (Dostoiévski), "Dom Quixote" (Miguel de Cervantes), "Oliver Twist" (Charles Dickens), mas faltarão mais de duas dúzias de livros “essenciais”. E respondendo a pergunta da Nanda: Não Nanda. Ver a versão do cinema para o livro NÃO conta ponto, he, he, he.

 

Cinema então me saí com uma nota 5, pois assisti "Cidadão Kane" (Orson Welles), "Um Corpo que Cai" (Hitchcock), "O Poderoso Chefão" (Coppola), "2001: Uma Odisséia no Espaço" (Stanley Kubrick) (que aliás acho uma tremenda porcaria), "Oito e meio" (Fellini) e "Cantando na Chuva". Como se isso me tornasse mais esperto, humpf!

 

Acho que esse pessoal deve usar cueca de aço, pois o tamanho do saco deve ser gigante. As dicas “preciosas” são terrivelmente chatas. Acho que pra ser “culto e elegante” a primeira coisa que o cara tem que ser um chato de galochas. Ou senão mentir muito bem, decorar a listinha e falar que viu todas essas coisas. Não consigo imaginar alguém que siga essa lista toda e mantenha a sanidade mental.

 

Uma vez eu fiz um post sobre os Cultos. Seres presunçosos que se acham muito espertos e na verdade pra mim são uns cuzões. Aproveito para reproduzi-lo novamente abaixo, já que é bem atual.

 

Cheers

 

Anta (Hank)

 


Som do dia: “Pinhead” do Ramones. O refrão “D.U.M.B everyone is accusing me”




- Postado por: Hank às 13h53
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Paperback Writer

Post publicado em 08 de Dezembro de 2004

Se alguém me pergunta se sou culto ou bem informado, eu falo de prontidão que sou bem informado. Eu odeio o termo “culto”, que é designado para o que chamo de homens “CUltos”. Eu não me considero um cara sequer acima da média, prefiro saber um pouquinho de várias coisas do que muito sobre uma.

 

O problema dos caras CUltos é aquela arrogância natural, tipo: “Eu sei muito e você não sabe nada”, aquele olhar superior de cima para baixo. Aquele desprezo que ele olha para a revista de variedades que você está carregando, já que o cara CUlto só lê “Bravo”, “Caros Amigos”, “Cult”, resenhas literárias de faculdades feitos em xerox.

 

O cara CUlto não te chama para uma cerveja, ele toma café, chopp no máximo, ele detestaria ser visto pelos seus outros amigos CUltos com aquela garrafa feia sobre a mesa. O cara CUlto pra dar em cima de uma garota enche ela de poemas decorados, a faz ficar impressionada como ele sabe recitar Vinícius de Moraes, Drummond e vários poetas fantásticos. Isso é uma forma de colocá-las em um patamar abaixo, como se falasse; “Você vê como sou inteligente? Larga essa “Contigo” e dê graças a Deus que me conheceu”. Só que se você treinar um papagaio ele vai fazer o mesmo.

 

Nunca peça para um cara CUlto ler um texto ou poema seu. Com um ar arrogante ele vai começar a colocar defeitos logo de cara, vai dar palpites, vai dizer que seu texto tem que mudar. Ele dará sempre um jeito de fazer com que seu trabalho seja diminuído perante a arrogância dele.

 

O Cara CUlto não sabe quem são Nick Hornby, Helen Fielding, Maryan Keys e outros escritores da nova geração, que publicam histórias leves, divertidas sobre pessoas reais. O homem CUlto acha tudo isso insignificante. Bom mesmo pra ele é ler Kafka e ter sonhos eróticos de se transformar numa barata. Se você falar que leu algum Harry Potter então ele nem vai mais falar com você. Assim, ande sempre com um exemplar para usá-lo como cruz contra vampiros.

 

Ele freqüenta as mostras de cinema, sabe tudo sobre aquele diretor iraniano, as últimas produções de “Bollywood” (a indústria cinematográfica indiana), ou os filme independentes nacionais. Ele adora citar filmes que 14 pessoas no mundo todo sabem que existe, só para se auto-afirmar. Não o convide para assistir um filme do Jim Carey ou o novo da “Bridget Jones”.

 

O cara CUlto ouve aquela musiquinha “chuchu”, sem gosto de nada, aquela MPBzinha básica, um pouco de bossa nova, um jazz bem suave, nada que desperte grandes emoções. Acho que se ele ouvisse algo mais forte ninguém do lado prestaria atenção nas bobagens declamadas por ele, sobre o estupendo livro que ele vendeu 21 cópias (todas para seus alunos, que por acaso precisavam de nota), sobre a coluna que tem na internet com menos de 30 acessos por semana, ou sobre como ele é fantástico e CUlto. Se você mostrar algo que gosta para ele falaria: “Poxa, eu esperava mais de você intelectualmente”, idiota.

 

Odeio realmente gente assim, talvez por ler e ouvir tantas coisas consideradas banais por esse tipo de gente, o que torna meu desprezo uma coisa até palpável. Por isso nunca me convidem para um evento com caras CUltos.

 

Cheers,

 

Hank

 


Som do dia: Paperback Writer dos Beatles.





- Postado por: Hank às 13h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




You Sound Like You’re Sick

Durante o último mês fomos inundados de informações sobre o maldito referendo. Digo maldito mesmo, acho que é um troço absurdo me fazerem perder meia hora do meu tempo de lazer para decidir algo que nossos deputados e senadores, que são regiamente pagos, não fizeram. Acho que os milhões de reais gastos nessa porcaria teriam muitas outras utilidades.

 

Uma coisa me deixa muitíssimo irritado são as propagandas dos dois lados. Pra variar nos tratam como débeis mentais. As campanhas são idênticas às campanhas eleitorais convencionais. Mentiras dos dois lados, exageros, personalidades, musiquinhas, bordões. Algo totalmente falso. Só não enxerga quem não quer. Apesar de ter uma opinião bem clara sobre o assunto eu não defendo a propaganda de nenhum dos lados. Ambas são medíocres.

 

O negócio pela internet é pior ainda. Alguém pega um texto com um monte de imprecisões, escrito por alguma “autoridade” ou “especialista no assunto” e manda para toda a lista de contatos, fazendo spam. 99% desses textos são lixo puro e o pessoal cai que nem patinhos. Existe até uma “crônica” do Luís Fernando Veríssimo chamada "Ladrão no Quintal", circulando por aí. Só que o texto NUNCA foi escrito por ele. Qualquer pessoa com 2 neurônios e que conhecesse o mínimo da obra desse escritor saberia de cara que não é o estilo dele aquele tipo de conto. Mas isso não me impediu de receber essa bosta umas 5 vezes.

 

Os Blogs então é pior ainda. Poucos apresentam argumentos pensados a respeito do assunto. Cito como exceção o do meu amigo Trash. Apesar de discordar da opinião dele, pelo menos ele tem uma opinião formada, bem pensada. Na maioria das vezes o que encontro são estatísticas e simplesmente cópias desses e-mails spam mentirosos. Eu nem perco meu tempo em ler. Nem vou falar nos cretinos que mandam scraps pra toda uma comunidade do orkut com os mesmos spams, nem merecem crédito.

 

Vamos deixar se ser “Maria-vai-com-as-outras”! Usem o miolo gente, pensar não dói. Por causa de gente que vota em algo ou alguém, por causa de um ator que recomenda, a musiquinha da campanha, um discurso mais inflamado, ou um e-mail spam, é que tem um bando de picaretas no governo. Aí o pessoal fica com aquela cara de panaca de dizendo “decepcionado” com os nossos dirigentes. Patético.

 

Vão lá, votem em quem quiser, anulem, sei lá. Mas façam de forma pensada, com argumento válido. A internet tem inúmeros jornais e sites onde se pode ficar bem informados sobre o assunto. Não me encham o saco com esses e-mails cretinos. Se quiserem me mandar algo, me mandem fotos de sacanagem. No fim das contas, ganhe quem ganhe, já sei quem vai sair perdendo: A gente.

 

Cheers

 

Hank


Som do dia: “You Sound Like You’re Sick” do Ramones



- Postado por: Hank às 09h37
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________






Meu perfil:

Sou Paulista, Paulistano e torço para o São Paulo F.C. Sou desbocado e politicamente incorreto e discuto e não respeito política, religião e futebol sem o menor pudor.

Cerveja e pizza é a base da minha existência.

Ouço basicamente Rock em vários estilos, mas curto um pouco de outros estilos musicais.

 

 

 

The Hank Files:

01/05/2010 a 15/05/2010
16/04/2010 a 30/04/2010
01/04/2010 a 15/04/2010
16/03/2010 a 31/03/2010
01/03/2010 a 15/03/2010
16/02/2010 a 28/02/2010
01/02/2010 a 15/02/2010
01/09/2009 a 15/09/2009
16/08/2008 a 31/08/2008
01/08/2008 a 15/08/2008
16/07/2008 a 31/07/2008
01/07/2008 a 15/07/2008
16/06/2008 a 30/06/2008
01/06/2008 a 15/06/2008
16/05/2008 a 31/05/2008
01/05/2008 a 15/05/2008
01/01/2008 a 15/01/2008
16/12/2007 a 31/12/2007
01/12/2007 a 15/12/2007
16/11/2007 a 30/11/2007
01/11/2007 a 15/11/2007
16/08/2007 a 31/08/2007
01/08/2007 a 15/08/2007
16/07/2007 a 31/07/2007
16/06/2007 a 30/06/2007
01/06/2007 a 15/06/2007
16/05/2007 a 31/05/2007
01/05/2007 a 15/05/2007
16/04/2007 a 30/04/2007
01/04/2007 a 15/04/2007
16/03/2007 a 31/03/2007
01/03/2007 a 15/03/2007
16/02/2007 a 28/02/2007
01/02/2007 a 15/02/2007
16/01/2007 a 31/01/2007
01/01/2007 a 15/01/2007
16/12/2006 a 31/12/2006
01/12/2006 a 15/12/2006
16/11/2006 a 30/11/2006
01/11/2006 a 15/11/2006
16/10/2006 a 31/10/2006
01/10/2006 a 15/10/2006
16/09/2006 a 30/09/2006
01/09/2006 a 15/09/2006
16/08/2006 a 31/08/2006
01/08/2006 a 15/08/2006
16/07/2006 a 31/07/2006
01/07/2006 a 15/07/2006
16/06/2006 a 30/06/2006
01/06/2006 a 15/06/2006
16/05/2006 a 31/05/2006
01/05/2006 a 15/05/2006
16/04/2006 a 30/04/2006
01/04/2006 a 15/04/2006
16/03/2006 a 31/03/2006
01/03/2006 a 15/03/2006
16/02/2006 a 28/02/2006
01/02/2006 a 15/02/2006
16/01/2006 a 31/01/2006
01/01/2006 a 15/01/2006
16/12/2005 a 31/12/2005
01/12/2005 a 15/12/2005
16/11/2005 a 30/11/2005
01/11/2005 a 15/11/2005
16/10/2005 a 31/10/2005
01/10/2005 a 15/10/2005
16/09/2005 a 30/09/2005
01/09/2005 a 15/09/2005
16/08/2005 a 31/08/2005
01/08/2005 a 15/08/2005
16/07/2005 a 31/07/2005
01/07/2005 a 15/07/2005
16/06/2005 a 30/06/2005
01/06/2005 a 15/06/2005
16/05/2005 a 31/05/2005
01/05/2005 a 15/05/2005
16/04/2005 a 30/04/2005
01/04/2005 a 15/04/2005
16/03/2005 a 31/03/2005
01/03/2005 a 15/03/2005
16/02/2005 a 28/02/2005
01/02/2005 a 15/02/2005
16/01/2005 a 31/01/2005
01/01/2005 a 15/01/2005
16/12/2004 a 31/12/2004
01/12/2004 a 15/12/2004
16/11/2004 a 30/11/2004
01/11/2004 a 15/11/2004
16/10/2004 a 31/10/2004
01/10/2004 a 15/10/2004
16/09/2004 a 30/09/2004
01/09/2004 a 15/09/2004
16/08/2004 a 31/08/2004
01/08/2004 a 15/08/2004
16/07/2004 a 31/07/2004
01/07/2004 a 15/07/2004
16/06/2004 a 30/06/2004
01/06/2004 a 15/06/2004
16/05/2004 a 31/05/2004


 

Blogs que visito:

   Follow You, Follow Me
   Allan Sieber
   A Boa Esposa Pensando Naquilo
   Blônicas
   Celtic Skull Products
   Guto Leite
   Lu Cordeiro
   MATUTO MODERNO
   Menina Apimentada
   Na Palma da Minha Mão
   Olívia
   Paulo Freire
   Poeira Zine
   Popload
   Ricardo Rayol
   Ricardo Vignini
   Sakana
   Sexo, Poesia e Bossas
   Sobre Todas as Coisas
   Tânia
   A Matéria do Sonho
   Sem Meias Palavras
   Lixão de Textos
   Tia Augusta
   Killing Travis
   Xico Sá
   Coisas e Coisas
   Mini Contos Perversos


Contador:

 

 

DIVULGUE

 

 

CONTATO

 

 

XML/RSS Feed
O que é isto?

Template by Hank